04:11 29 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    384
    Nos siga no

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou nesta segunda-feira (10) durante entrevista coletiva que pode impor tarifas ao Brasil sobre o etanol.

    Trump justificou a medida utilizando o princípio da "reciprocidade".

    "No que diz respeito ao Brasil, se eles impõem tarifas, nós temos que ter uma equalização de tarifas. Vamos apresentar algo sobre tarifas e justiça, porque muitos países têm nos cobrado tarifas e nós não cobramos deles. É chamado reciprocidade", disse Trump.

    Trump foi questionado se havia pedido embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, para fazer a articulação junto ao governo brasileiro para reduzir as tarifas impostas ao etanol.

    ​O presidente dos EUA respondeu que "não discutiu muito" o tema, mas "provavelmente em algum momento" vai fazer isso.

    "Não queremos as pessoas impondo tarifa a nós, embora eu tenha uma relação muito boa com o presidente Bolsonaro. Ele está indo bem, ele se recuperou da COVID-19, o que é ótimo, eu envio minhas saudações", afirmou Trump.

    Pelas regras brasileiras, atualmente há isenção para importação de até 750 milhões de litros de etanol por ano, mas, ao ultrapassar esse valor, a tarifa é de 20%.

    Mais:

    Bolsonaro abre Brasil ao etanol dos EUA em troca de emprego para o filho, diz deputado
    Trump é retirado às pressas de entrevista coletiva após suspeita de tiro na Casa Branca
    Trump diz querer sediar encontro do G7 após eleições e convidar Putin
    Tags:
    reciprocidade, economia, Estados Unidos, Brasil, etanol, tarifas, Donald Trump
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar