05:23 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    Brasil na pandemia de coronavírus no início de agosto (49)
    150
    Nos siga no

    Uma pesquisa feita pelo Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) mostrou que o setor de agropecuária brasileiro perdeu 391 mil empregos durante a pandemia da COVID-19.

    Segundo o levantamento divulgado nesta sexta-feira (7) pela própria entidade, a força de trabalho no setor foi reduzida para 7,976 milhões de pessoas.

    Os dados levam em consideração as informações da PNAD Contínua mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Cepea considerou o número atual de ocupados e o quanto era esperado do setor em um período normal.

    "Quando considerado o modelo do Cepea, o número de pessoas ocupadas na agropecuária no trimestre móvel encerrado em junho ficou 4,7% ou 391 mil pessoas abaixo do que era esperado para esse período. Mas, esse choque ainda refletiu principalmente o efeito negativo acentuado verificado em maio, sendo observada certa estabilidade em junho", escreveu o centro em nota.

    O Cepea afirmou que lançará outros relatórios sobre a ocupação de postos de trabalho no setor de agropecuária na medida em que novos relatórios do IBGE ficarem disponíveis.

    Tema:
    Brasil na pandemia de coronavírus no início de agosto (49)

    Mais:

    Desemprego no Brasil sobe para 13,3% no 2º trimestre, atingindo 12,8 milhões de pessoas
    Agro em perigo: destruição da Amazônia faz europeus ameaçarem tirar bilhões do Brasil, diz Reuters
    Inflação no Brasil fica em 0,36% em julho puxada por alta na gasolina e energia elétrica, diz IBGE
    Tendência é que Banco Central mantenha redução da Selic ao longo do ano, diz economista
    Banco Central tenta estimular economia real ao baixar Selic, diz economista
    Tags:
    economia, postos de trabalho, desemprego, emprego, agropecuária, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar