15:06 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    0 251
    Nos siga no

    O preço do ouro ultrapassou US$ 2 mil (R$ 10,5 mil) por onça troy, batendo novo recorde histórico. No entanto, especialistas garantem que o preço da prata vai subir ainda mais.

    O coronavírus fez o preço do ouro disparar em 2020. Como a pandemia de COVID-19 não mostra sinais de redução, os investidores estão procurando refúgios seguros para seus ativos. Dessa forma, na terça-feira (4), o preço do ouro atingiu um novo recorde, chegando a US$ 2.021 (R$ 10,7 mil) por onça troy, ultrapassando a barreira dos US$ 2 mil (R$10,5 mil) pela primeira vez na história.

    O incêndio e as explosões em Beirute, Líbano, que mataram mais de 100 pessoas e feriram pelo menos outras quatro mil, "provavelmente (adicionou) brilho para o ouro [ir] acima de US$ 2.020", afirmou o Mizuho Bank em um comunicado reproduzido pelo canal de televisão CNBC.

    O preço do ouro subiu, em média, mais de 32% até agora este ano e 2020 provavelmente será o ano de crescimento mais rápido desde 1979. Enquanto isso, o preço da prata também subiu, mais de 30% até a data.

    Mas a prata em breve deve superar o ouro em valorização, prevê Michael Hsueh, estrategista de moedas e commodities do Deutsche Bank.

    "A prata [...] tem um componente industrial muito maior. Portanto, [há] um componente muito maior de demanda-oferta de prata no consumo industrial. E em um ambiente onde vemos a recuperação da economia global, esse é outro motivo para comprar prata", garantiu Hsueh à CNBC.

    Fator Biden

    Outro elemento que pode impulsionar o preço da prata é a implementação do plano ecológico de infraestrutura do democrata Joe Biden, que, se eleito presidente dos EUA em novembro, aumentará a demanda por prata.

    Joe Biden, candidato à presidência dos Estados Unidos, pelo Partido Democrata.
    © AP Photo / Susan Walsh
    Joe Biden, candidato à presidência dos Estados Unidos, pelo Partido Democrata.

    Ainda assim, no geral, ambos os metais preciosos continuarão subindo, de acordo com analistas. "Há muitas vantagens para o ouro e a prata […] e para que a prata continue a ofuscar até mesmo o ouro", avalia à CNBC Naylor-Leyland, gerente de fundos de metais preciosos da Jupiter Asset Management.

    Os preços do ouro e do dólar têm uma relação inversa durante a pandemia. Como o dólar norte-americano vem caindo em relação a outras moedas, o metal precioso fica mais barato em outras moedas, o que, por sua vez, estimula a demanda por ouro e faz com que o preços do metal suba.

    Mais:

    Por que Rússia recua na compra de ouro optando por investir em títulos do Tesouro dos EUA?
    Casa Branca considera 'desconectar' moeda de Hong Kong do dólar norte-americano para castigar Pequim
    Após bater recorde histórico, economista explica por que o valor do ouro não para de subir
    Investidores compram ouro por não haver boas alternativas? Especialistas explicam
    Tags:
    Joe Biden, prata, pandemia, dólar, ouro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar