10:02 24 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    1170
    Nos siga no

    Os maiores bancos norte-americanos estão boicotando empréstimos ao setor petrolífero devido à pressão de ambientalistas, informa o The Wall Street Journal.

    "Como regra, bancos competem por empréstimos a clientes corporativos. A concorrência, assim, assegura que os projetos dignos possam acessar o capital e usá-lo para fornecer produtos aos consumidores a preços acessíveis. Porém o Citibank, Goldman Sachs, JPMorgan Chase, Morgan Stanley e Wells Fargo começaram a tomar medidas paralelas para limitar a liquidez e o capital ao setor energético dos EUA", escreve o WSJ.

    Particularmente, estes bancos supostamente "prometeram negar empréstimos em apoio à perfuração no Ártico e à mineração de carbono" por pressão de ambientalistas.

    Petróleo (archivo)
    Petróleo (archivo)

    O jornal ressalta que a maior gestora de fundos do mundo, a BlackRock, anunciou em janeiro que se retiraria dos investimentos nas empresas que recebem mais de 25% de sua renda do carbono térmico.

    "Estes anúncios soam como propostas tramadas para boicotar um segmento crítico da economia dos EUA", observa o jornal, ao ressaltar que estes passos podem violar as leis federais de livre concorrência.

    Mais:

    Trump ameaça impor tarifas à importação de petróleo para 'proteger' empresas dos EUA
    EUA querem enviar autoridade a Riad para ajudar na estabilização do petróleo
    Síria acusa EUA de venderem petróleo sírio através da Turquia
    Tags:
    investimento, EUA, petróleo, empréstimos, empréstimo, banco, bancos, economia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar