18:09 22 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    Mundo enfrentando COVID-19 no início de julho (40)
    0 50
    Nos siga no

    A demanda global de passageiros aéreos em maio caiu 91,3% na comparação com o mesmo mês de 2019, informou a Associação Internacional de Transportes Aéreos (AITA) nesta quarta-feira (1º).

    "Esse foi um leve aumento em relação ao declínio anual de 94% registrado em abril de 2020. A melhoria foi impulsionada pela recuperação em alguns mercados domésticos, principalmente a China", disse a associação comercial em comunicado.

    O tráfego internacional, acrescenta a AITA no texto, permaneceu "praticamente parado" em maio diante da "tremenda incerteza" criada pelo aumento de casos de COVID-19

    "Estamos apenas no início de uma recuperação longa e difícil", disse Alexandre de Juniac, diretor-geral da AITA.

    As operadoras chinesas registraram uma queda de 49,9% no tráfego em maio na comparação com o mesmo mês de 2019. A recuperação do mercado na China, contudo, foi afetada pelo cancelamento de voos partindo e chegando em Pequim por conta do aumento de casos de COVID-19 na cidade, informa o comunicado. 

    Nos Estados Unidos, o tráfego doméstico caiu 89,5% em maio, na comparação com o mesmo mês de 2019, uma melhoria em relação ao declínio de 95,6% em abril, informa a AITA. Todavia, o aumento nos casos de COVID-19 em alguns estados dos EUA, como Califórnia, Texas e Flórida, fez com que os planos de retomada econômica fossem suspensos.

    Tema:
    Mundo enfrentando COVID-19 no início de julho (40)

    Mais:

    Aumento do desmatamento pode gerar bloqueios de investimentos no Brasil, diz economista
    Previsões do FMI sobre PIB brasileiro são mais realistas do que as de Guedes, diz economista
    Brasil vive 'volatilidade institucional' que prejudica a economia, diz analista
    Oferta de crédito a pequenas empresas ainda não é suficiente para atender demanda, diz economista
    Brasil precisa resolver problemas internos para superar recessão, diz economista da FGV
    Tags:
    COVID-19, pesquisa, aviação, economia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar