01:09 12 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    1121
    Nos siga no

    Atualmente, os mercados de câmbio estão enfrentando "múltiplas correntes cruzadas" devido às crescentes preocupações globais sobre uma segunda onda do coronavírus, opinou especialista.

    Segundo o macroestrategista principal para mercados asiáticos do Deutsche Bank, Sameer Goel, a "grande questão" para os investidores agora é saber se o dólar americano deve ser negociado com um prêmio de risco de porto seguro.

    Desde março, os investidores têm privilegiado o dólar em relação aos seus homólogos do G10, em parte devido à "demanda emergencial do dólar", à medida que o mundo entrava em uma estagnação sincronizada para frear a propagação da pandemia, explicou Goel à CNBC.

    Como os investidores costumam migrar para o dólar americano em tempos de incerteza, em parte devido à sua posição como moeda de reserva mundial, "essa demanda emergencial do dólar parece estar diminuindo".

    Além disso, "a estratégia de saída para os EUA [...] parece pior do que para o resto do mundo", comenta Goel, referindo-se ao levantamento das medidas de bloqueio e à reabertura da economia. "Nosso rastreador de mobilidade sugere que [a] maior parte da Europa, por exemplo, está se abrindo mais rapidamente do que os EUA."

    Perspectivas para yuan

    Questionado sobre as perspectivas para o yuan chinês, o estrategista disse que os fundamentos da moeda em termos do saldo subjacente dos fluxos estão "ficando muito mais favoráveis".

    O especialista apontou que, à medida que a China abre progressivamente seus mercados financeiros, sendo incluída em vários índices, e introduz mais ativos denominados em moeda local, a "história do fluxo de carteira se torna cada vez mais positiva" para o yuan.

    Yuan e dólar
    © Depositphotos / Koydesign
    Yuan e dólar

    "Vimos o yuan sendo relativamente estável e dentro de um intervalo, e isso também se deve em parte a [...] muitos pagamentos de dividendos e ao fato de que obviamente havia muito barulho ao longo do eixo EUA–China [...] Ultimamente, vimos que parece que pelo menos a primeira fase do acordo comercial parece amplamente segura, por enquanto."

    Goel ainda alertou que o "arrastamento" e o vento a favor da moeda chinesa se concentram principalmente nas preocupações antes das eleições nos EUA, onde mais tensões entre os dois países poderiam aumentar o prêmio de risco do yuan. "Acho que essa é a única coisa que está retendo a moeda [chinesa]", disse ele.

    Mais:

    Pandemia estaria debilitando o 'todo poderoso' dólar e economia dos EUA
    Qual seria o futuro para o dólar como moeda de reserva global?
    Yuan digital da China poderia substituir bitcoin e acabar com hegemonia do dólar
    Tags:
    Deutsche Bank, moeda de reserva, yuan, dólar, economia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar