03:13 11 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    5490
    Nos siga no

    Participação russa nos títulos da dívida dos EUA caiu de US$ 12,5 bilhões (R$ 72,1 bilhões) para US$ 3,8 bilhões (R$ 22 bilhões) de fevereiro a março deste ano.

    Desta forma, a Rússia marcou sua menor participação nos títulos da dívida americana nos últimos anos, reduzindo a mesma em cerca de três vezes.

    Desde setembro de 2019, os títulos americanos da Rússia oscilaram entre US$ 10 bilhões (por volta de R$ 57 bilhões) e US$ 12 bilhões (aproximadamente R$ 68 bilhões), segundo dados do Tesouro dos EUA.

    Redução tendencial

    O país euroasiático vem reduzindo sua participação nos títulos americanos desde maio de 2017 com sua política de desdolarização de sua economia e resposta às sanções impostas pelos EUA.

    No acumulado, a Rússia já reduziu mais de 96% de seus títulos.

    Em direção inversa, o Japão aumentou seus títulos americanos ao longo do último ano e continua sendo o país estrangeiro com maior volume de títulos, seguido pela China.

    Em abril de 2019, o investimento japonês era de US$ 1,06 trilhão (cerca de R$ 6 trilhões). Já em março, o país asiático detinha US$ 1,2 trilhão (R$ 6,8 trilhões).

    Mais:

    União Europeia: Alemanha e França defendem doações de US$ 500 bilhões para retomada econômica
    Ouro registra preço mais alto em 7 anos após Reserva Federal prever recuo da economia dos EUA
    Investidor não descarta risco de colapso total da economia devido à pandemia
    Tags:
    Departamento de Tesouro dos EUA, EUA, desdolarização, Rússia, economia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar