19:59 26 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    2180
    Nos siga no

    O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) reduziu nesta quarta-feira (6) a taxa Selic de 3,75% para 3% ao ano.

    Esse é o sétimo corte consecutivo da taxa no atual ciclo, após período de 16 meses de estabilidade. Com isso, a Selic está agora em um novo piso da série histórica do Copom.

    Segundo o comunicado divulgado pelo Banco Central, o Copom tomou a decisão por conta da forte queda no nível de atividade da economia mundial em razão da pandemia do novo coronavírus.

    "Políticas fiscais de resposta à pandemia que piorem a trajetória fiscal do país de forma prolongada, ou frustrações em relação à continuidade das reformas, podem elevar os prêmios de risco e gerar uma trajetória para a inflação acima do projetado no horizonte relevante para a política monetária", diz um trecho da nota.

    O Copom se reúne a cada 45 dias para definir a Selic, buscando o cumprimento da meta de inflação. A meta é fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), órgão formado pelo Banco Central e Ministério da Economia. A nova reunião do comitê está marcada para os dias 16 e 17 de junho.

    Mais:

    Justiça do DF suspende reabertura do comércio prevista para 11 de maio
    STF decide que estados e municípios restrinjam transportes sem aval do governo federal
    Fitch corta para 'negativa' perspectiva da nota do Brasil
    Tags:
    taxa de juros, Selic, economia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar