04:24 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    2202
    Nos siga no

    A Rússia decidiu facilitar a exportação de ouro sem a intermediação dos bancos, o que pode ser o "salva-vidas" para o mercado internacional.

    As dificuldades de comércio de ouro em meio à pandemia do coronavírus levaram a Rússia a optar por uma solução que pode salvar o mercado mundial do metal precioso, relata o diário Komsomolskaya Pravda citando o vice-presidente da empresa russa Zolotoi Monetny Dom (Casa da Moeda de Ouro), Aleksei Viazovsky.

    Segundo Viazovsky, a quebra nas cadeias de abastecimento internacionais levou a uma escassez de ouro nos últimos dois meses na Bolsa de Valores Comex de Nova York.

    A situação pode ser corrigida pela ação das autoridades russas, que neste mês emitiram uma licença de exportação para empresas mineradoras de ouro. Essas licenças permitirão vender metal diretamente no exterior, sem o envolvimento dos bancos.

    "Neste ano, a produção de ouro na Rússia pode exceder 370 toneladas, portanto o metal precioso russo pode se tornar o "salva-vidas" para o mercado mundial em meio à escassez e diferença de preços", afirmou Viazovsky.

    Sua empresa privada foi registrada em Moscou em 2009 e se dedica à produção e venda de barras e moedas de ouro diretamente aos clientes. Os russos também podem fazê-lo através de vários bancos, por exemplo, no gigante estatal Sberbank. No entanto, a entidade não considera este negócio uma prioridade, explicou o vice-presidente da empresa em 2018.

    Mais:

    'Fim do mundo': corrida pelo ouro pode ser sintomática da crise do dólar, segundo especialista
    Ouro e dívida nula protegeriam Rússia no apocalipse econômico pós-coronavírus, diz especialista
    Como mina de ouro poderia fazer surgir novo país?
    Tags:
    Nova York, Bolsa de Valores, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar