14:59 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    Coronavírus se espalha pelo mundo (101)
    5281
    Nos siga no

    Investidores e banqueiros nos EUA enfrentam uma séria escassez de barras e moedas de ouro à medida que o coronavírus se espalha, escreve The Wall Street Journal.

    "Os negociantes venderam tudo ou estão temporariamente fechados. [O banco suíço] Credit Suisse, que tem cunhado suas próprias barras [de ouro] desde 1856, disse aos clientes nesta semana para não se incomodarem com pedidos. Em Londres, os banqueiros estão alugando aviões particulares ou tentam fretar aviões de carga militares para levar seus lingotes para as bolsas de Nova York", escreve o jornal.

    A falta de ouro na bolsa levou os banqueiros de Wall Street a pedir ajuda ao Canadá.

    "A Casa da Moeda Real Canadense tem sido inundada com pedidos para aumentar a produção de barras de ouro que podem ser enviadas para Nova York", acrescenta o jornal.

    Esta semana, o preço de futuros do ouro nos EUA subiu cerca de 9%, para US$ 1.620 (R$ 8.260) por onça troy, e atingiu a maior alta em sete anos.

    Barras de ouro (imagem de arquivo)
    Barras de ouro (imagem de arquivo)

    Desde 2000, houve apenas alguns casos de tais aumentos de preços: por exemplo, imediatamente após a falência do maior banco americano, o Lehman Brothers, em setembro de 2008.

    Tema:
    Coronavírus se espalha pelo mundo (101)

    Mais:

    Pandemia cria ao ouro novo dilema 'jamais visto'
    Ouro demonstra 'imunidade' ao novo coronavírus, aponta Goldman Sachs
    Ouro bate novo recorde em meio a medo do coronavírus e da política monetária dos EUA
    Tags:
    crise econômica, novo coronavírus, EUA, reservas de ouro, ouro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar