19:22 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    211
    Nos siga no

    Em meio ao avanço do surto do novo coronavírus no país, o governo brasileiro reduziu mais uma vez, drasticamente, a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB).

    Dias depois de mudar de 2,4% para 2,1% a previsão oficial para o PIB de 2020, o Ministério da Economia reduziu, hoje, para 0,02% a expectativa de crescimento para este ano. 

    ​No que diz respeito à inflação, o ministério atualizou o IPCA de 3,12% para 3,05%, enquanto a projeção do INPC caiu de 3,28% para 3,19% e o IGP-DI foi de 3,66% para 3,62%.

    As revisões levam em conta, entre outras coisas, o impacto da pandemia da COVID-19 sobre as atividades econômicas, a queda nos preços do petróleo e a alta do dólar. Embora alguns bancos e agências venham projetando, nos últimos dias, uma possível recessão no Brasil em 2020, analistas alertam que ainda não é possível afirmar que esse será o desfecho da economia brasileira neste ano turbulento.

    Mais:

    Pacote de Paulo Guedes contra crise econômica é insuficiente, dizem economistas
    Análise: desastre econômico atual é como 3 bombas atômicas lançadas em nós
    Popularidade de Bolsonaro cai junto com confiança na economia, diz pesquisa
    Tags:
    novo coronavírus, inflação, crescimento, Produto Interno Bruto, recessão, Ministério da Economia do Brasil, economia, governo, Brasil, PIB
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar