23:00 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    91125
    Nos siga no

    Rússia volta a investir na dívida pública norte-americana, afirma o Tesouro dos EUA.

    Segundo o Departamento do Tesouro norte-americano, os investimentos russos passaram de US$ 9,74 bilhões (R$ 50 bilhões) a US$ 10,51 bilhões (R$ 53,5 bilhões), o que representa uma alta de 5,4% em um mês. Neste quadro, a soma de US$ 6,7 bilhões (R$ 34,1 bilhões) foi investida em papeis imediatos, enquanto o restante foi em papeis de longo prazo.

    Durante o outono de 2019, a Rússia aumentou progressivamente seus investimentos, mas o país vendeu uma parte de sua dívida em dezembro para aumentá-la no começo de 2020.

    Japão mantém liderança

    Com mais de US$ 1,2 trilhões (R$ 6,1 trilhões), o Japão continua a ser o principal detentor de dívida do governo norte-americano. A China ocupa o segundo lugar, enquanto o Reino Unido o terceiro. Todos estes credores também aumentaram seus investimentos. Moscou, porém, não figura na lista dos trinta maiores detentores da dívida dos EUA.

    Mais:

    Alta do dólar é a próxima dor de cabeça da economia mundial, diz mídia
    BRICS deveria suspender todas sanções econômicas exceto as da ONU, diz legislador russo
    Xeque-mate à economia: que erro cometeu Wall Street frente ao coronavírus?
    Tags:
    Rússia, dívida pública, economia, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar