15:06 25 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    0 70
    Nos siga no

    Acompanhando a desvalorização massiva do barril de petróleo em 30%, moedas digitais enfrentaram também um cenário fortemente recessivo nos últimos dias.

    Após o forte impacto no mercado de hidrocarbonetos neste domingo (8), o preço do bitcoin caiu na manhã desta segunda-feira (9) em mais de 10%, de acordo com os valores disponibilizados pelo portal CoinMarketCap, que calcula o preço médio de 20 bolsas de valores.

    A moeda bitcoin representa aproximadamente 63,8% do mercado de moedas digitais. Contudo, outras criptomoedas também apresentaram fortes quedas. Nesta manhã, a moeda ethereum perdeu 13,6% de seu valor frente ao dólar.

    'Um efeito secundário'

    A queda do bitcoin é "um efeito secundário do colapso dos mercados de petróleo", declarou à Sputnik França o analista financeiro Josh Olszewicz.

    Considerando uma eventual conexão entre a situação financeira no setor petroleiro e a epidemia do coronavírus, Olszewicz indicou que "o coronavírus não é responsável por tudo isso, mas se tornou um dos catalizadores, sem qualquer dúvida".

    Em 6 de março, os países membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e dez outros países, liderados pela Rússia, não conseguiram definir um corte suplementar da produção de petróleo. Em resposta a uma falta de acordo, a Arábia Saudita lançou uma guerra de preços, reduzindo o valor do barril nos mercados estrangeiros e oferecendo descontos inéditos nos mercados norte-americanos, europeus e asiáticos.

    Mais:

    Desenvolvida nova criptomoeda quase 10 mil vezes mais 'rápida' do que bitcoin
    Washington acorda com Bagdá fornecimento de petróleo iraniano
    Petróleo e gás: produção brasileira supera 4 milhões de barris diários
    Tags:
    economia, desvalorização, petróleo, Crypto, bitcoin
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar