19:47 01 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    546
    Nos siga no

    O presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, defendeu em entrevista publicada nesta sexta-feira (6) o ministro da Economia, Paulo Guedes, e a gestão econômica do presidente Jair Bolsonaro.

    "Qualquer mexida agora na equipe econômica, a substituição de Paulo Guedes, não seria salutar para o País. A equipe está bem ajustada. As pessoas que estão lá são competentes. Sabem o que precisa ser feito e estão no caminho correto. Mudanças agora não seriam saudáveis para o País. O Brasil precisa entrar em uma rota de crescimento e Paulo Guedes está fazendo tudo de maneira adequada", disse Lazari em entrevista à revista IstoÉ. 

    O presidente do segundo maior banco privado do país também defendeu outros nomes da equipe econômica, como os comandantes do Banco Central, Roberto Campos, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, o presidente do Banco Central, Roberto Campos, e o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados, Salim Mattar. 

    O Bradesco registrou lucro recorde em 2019: R$ 25,9 bilhões. A cifra representa crescimento de 20% em relação ao ano anterior.

    Nesta semana, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o PIB de 2019 registrou crescimento de 1,1%, na comparação com 2018. É o menor crescimento dos últimos três anos.

    Mais:

    Ideologia deve ficar de lado, adverte analista sobre ida de Bolsonaro ao Uruguai
    Bolsonaro usa humorista para se esquivar de perguntas sobre resultado do PIB (VÍDEO)
    Fernández preferiu ver derrota de seu time de futebol a ver Bolsonaro no Uruguai, diz mídia (FOTO)
    Bolsonaro expulsa representantes diplomáticos da Venezuela no Brasil, diz jornal
    Trump anuncia encontro com Bolsonaro na Flórida neste sábado
    Tags:
    Paulo Guedes, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar