15:41 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    4253
    Nos siga no

    A exportação de ouro na Rússia aumentou oito vezes em 2019, no total as receitas foram de US $ 5,7 bilhões (R$ 25,8 bilhões) e quase todo o volume do metal precioso foi adquirido pelo Reino Unido.

    No ano passado, as exportações de ouro da Rússia para o Reino Unido tiveram um aumento recorde, crescendo mais de 12 vezes em termos de valor e atingindo US $ 5,33 bilhões (R$ 23,9 bilhões), de acordo com as informações do Serviço Aduaneiro Federal russo, informa a agência RBK.

    Curiosamente esta cifra é superior a todas as vendas de ouro da Rússia aos restantes países do mundo nos últimos três anos.

    Para se ter uma ideia do aumento, em 2018 o Reino Unido adquiriu ouro a Moscou no valor de US$ 433 milhões (R$ 1,942 bilhão). Baseado no padrão estabelecido por Londres (barras de ouro com cerca de 12,5 quilogramas), Rússia vendeu ao Reino Unido pelo menos 9 mil lingotes de ouro.

    As vendas para Londres representam 93% do total das exportações de ouro de Moscou em 2019. Outros 12 países, incluindo a Suíça e o Cazaquistão, adquiriram metal precioso no valor de US$ 409 milhões (R$1,834 bilhão).

    O ouro se tornou a mais valiosa mercadoria russa a ser exportada para o Reino Unido, superando os lucros do petróleo e produtos petrolíferos, que no total renderam cerca de US$ 3,4 bilhões (R$15,25 bilhões).

    A Rússia produziu mais de 185 toneladas de ouro nos primeiros seis meses de 2019, de acordo com os novos dados publicados pelo serviço federal. Os valores representam um aumento de 17 % em comparação com o período homólogo no ano passado.

    Mais:

    Por que preço do ouro continuará crescendo em 2020?
    Geólogos acham mais de 3.000 toneladas de ouro na Índia, informa mídia
    Tags:
    Rússia, petróleo, exportações, barras de ouro, ouro, Banco Central da Rússia, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar