01:39 02 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    5331
    Nos siga no

    Rússia e Bélgica estão negociando formas de aumentar o volume de acordos em euros ou rublos em meio à tendência de eliminar o dólar das transações financeiras, diz enviado russo para a UE, Vladimir Chizhov.

    Segundo o representante permanente na União Europeia, as negociações sobre a mudança de moeda vêm à medida que o dólar continua sendo uma "arma poderosa" dos EUA.

    As sanções são outra ferramenta de Washington, uma vez que as empresas estrangeiras dependentes do mercado americano deixam de negociar com empresas, ou até com países inteiros, que são alvos dos EUA.

    "Temos dialogado [sobre a mudança para rublos e euros nos acordos], e a participação dos acordos em euros está crescendo gradualmente", declarou Chizhov.

    De acordo com Chizhov, o afastamento da moeda americana é difícil, especialmente quando se trata de exportações de energia, porque o petróleo canalizado através do mercado global é normalmente pago em dólares.

    "Nem tudo é tão fácil, mesmo apesar do desejo de ambos os lados [de aumentar o número de acordos em euros ou rublos], e especialmente dado que as grandes empresas de energia europeias não têm sido muito ávidas para realizar liquidações em euros até agora", explicou o funcionário.

    Cédulas de dólar e euro
    © REUTERS / Dado Ruvic
    Cédulas de dólar e euro

    Tanto a Rússia como a União Europeia têm interesses econômicos e políticos comuns, mas as sanções antirrussas existentes dificultam a cooperação bilateral, destacou o enviado russo. Contudo, as restrições europeias estão fora de questão, e Moscou não vai pedir para cancelá-las até que Bruxelas tenha vontade política suficiente para "quebrar o impasse".

    Mais:

    Por que países do BRICS se afastam do dólar?
    Bancos centrais aceleram redução do dólar e preço do ouro dispara, diz Goldman Sachs
    Adeus, dólar! Rússia e Equador ponderam realizar pagamentos em rublos
    Tags:
    sanções, euro, dólar, Bélgica, Rússia, União Europeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar