18:38 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e do Brasil

    Comércio Rússia-Brasil deve crescer exponencialmente, opina presidente de conselho empresarial

    © Sputnik / Mikhail Metsel
    Economia
    URL curta
    5286
    Nos siga no

    Rússia espera multiplicar o volume comercial com o Brasil, que é o maior parceiro comercial da Rússia na América Latina. Já há empresas russas de olho no Brasil.

    Andrei Guriev, presidente do Conselho Empresarial Rússia-Brasil da Câmara de Comércio e Indústria e diretor-geral da PhosAgro (empresa holding química russa), espera um aumento múltiplo no volume comercial com o Brasil, que totalizou US$ 5,054 bilhões (R$ 21,5 bilhões) no ano passado.

    "O volume de negócios entre os nossos países é hoje medido em 5 bilhões de dólares. É claro que, em um futuro próximo, nossa tarefa será aumentá-lo várias vezes, e tenho certeza de que é mesmo possível", afirmou Andrei Guriev para a Sputnik no seminário "Oportunidades de Investimento no Brasil", que foi realizado em Moscou nesta quinta-feira (28) e que contou com a participação do ministro da Casa Civil do Brasil, Onyx Lorenzoni.

    Durante o seminário, o Conselho Empresarial Rússia-Brasil e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações do Brasil (Apex) assinaram um memorando de entendimento sobre o apoio conjunto a exportações e investimentos.

    De 11 a 14 de novembro, Brasília sediou o Fórum de Negócios Rússia-Brasil, programado para coincidir com a cúpula do BRICS. Durante o fórum, se observou que várias empresas russas têm grandes perspectivas de trabalhar no mercado brasileiro.

    Entra na lista de empresas interessadas da Rússia o Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF) – órgão responsável pelo investimento de capital em setores de alto crescimento da economia russa, Ferrovias Russas (RZD) – responsável pelas linhas férreas da Rússia, Uralkali – produtora de fertilizantes, a Corporação Irkut – que fabrica aeronaves, a Power Machines – fabricante de máquinas e turbinas para usinas produtoras de energia – e outras empresas.

    O Brasil é o principal parceiro comercial da Rússia na América Latina. De acordo com o Serviço Federal de Alfândega da Federação da Rússia, em 2018 o volume de negócios entre a Rússia e o Brasil foi de US$ 5,054 bilhões (R$ 21,5 bilhões), incluindo as exportações russas, US$ 2,584 bilhões (R$ 11,0 bilhões) e as importações, US$ 2,47 bilhões (R$ 10,5 bilhões).

    Mais:

    Rússia e Brasil irão desenvolver plataforma para criar investimento nos 2 países
    Exportadora russa de armas propõe tecnologias de segurança ao Brasil
    Não há nenhum desinteresse do Brasil em relação à Rússia, diz Putin ao final do BRICS
    Tags:
    América do Sul, comércio, Brasil, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar