11:36 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Cédulas e cartões de crédito (imagem referencial)

    Número de multimilionários no mundo cai pela 1ª vez em 10 anos

    © Sputnik / Vladimir Trefilov
    Economia
    URL curta
    3102
    Nos siga no

    Em 2018 o mundo perdeu 57 multimilionários em comparação com o ano anterior. Os mais ricos viram as suas fortunas reduzidas em US$ 388 bilhões (R$ 1.615 bilhões).

    Pela primeira vez desde a crise financeira de 2008, a riqueza dos multimilionários caiu. Em 2018 havia menos 57 multimilionários que no ano anterior.

    O número de pessoas com uma fortuna de nove dígitos caiu de 2.158 em 2017 para 2.101 em 2018, segundo um relatório do banco suíço UBS. A fortuna coletiva dos multimilionários caiu 4,3%, de US$ 8,9 trilhões (R$ 36,8 trilhões) para US$ 8,5 trilhões (R$ 35,1 trilhões).

    "A riqueza multimilionária caiu em 2018 pela primeira vez desde 2008 devido à geopolítica. O aumento do número de multimilionários nos últimos cinco anos sofreu uma correção natural", explica o chefe de clientes de investimentos do UBS, Josef Stadler, citado por The Guardian.

    "O fortalecimento do dólar – combinado com uma grande incerteza nos mercados de valores em um contexto geopolítico complexo – criou as condições para esta queda", disse Stadler.

    Segundo o relatório, a queda da riqueza foi "especialmente pronunciada" na China e na Índia. Os multimilionários chineses sofreram as maiores perdas, com uma diminuição de sua fortuna coletiva em 12,8% devido à depreciação dos mercados bolsistas, à debilidade da moeda local e à desaceleração do crescimento da segunda economia maior do mundo. A guerra comercial com os EUA também foi culpada.

    Na Europa, no Oriente Médio e na África, a riqueza conjunta se reduziu em 6,8%, para US$ 2,4 trilhões (R$ 9,9 trilhões).

    No entanto, o continente americano foi a única região que não acompanhou esta tendência mundial. Nos EUA, as fortunas cresceram, principalmente devido ao êxito dos empresários tecnológicos estadunidenses.

    Mais:

    Quais países poderiam sofrer recessão econômica em 2020?
    Europa segue exemplo da Rússia e China com alternativa a Visa e MasterCard
    Comércio exterior da China cresce 2,4% em 10 meses
    Tags:
    economia, crise financeira, milionário
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar