14:44 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Nota de 1 dólar norte-americano

    Diretora de think tank dos EUA alerta: grupo de nações poderosas está abandonando o dólar

    © Sputnik / Aleksei Suhorukov
    Economia
    URL curta
    14470
    Nos siga no

    Nos últimos dois anos, um grupo significativo de países declarou sua intenção de reduzir o uso do dólar, ou eventualmente abandonar a moeda norte-americana. Um dos motivos para isso é a expansão do regime de sanções econômicas dos EUA.

    Há um grupo de "nações poderosas" em crescimento contínuo e com forte "motivação para desdolarizar" seu comércio exterior, declarou a codiretora do Instituto de Análise em Segurança Global, Anne Korin, em entrevista ao canal CNBC.

    Ela lembra que entre os membros do "grupo" há jogadores com grande capacidade de influenciar a economia global, como a Rússia, China e União Europeia.

    A analista explica que o fenômeno é causado por algumas práticas adotadas pelo governo norte-americano nos últimos anos. Washington tem usado frequentemente a jurisdição extraterritorial, processando e sancionando países e empresas que "não tem relações com os Estados Unidos", baseando-se em leis internas.

    A capacidade dos EUA de aplicar sua lei interna extraterritorialmente é usada alegando que essas empresas – e países – fazem uso do dólar ou do sistema financeiro norte-americano.

    Alternativas ao dólar

    Korin ainda lembrou que a ascensão de novos mecanismos de financiamento, como o "petroyuan", uma moeda chinesa criada para comercializar petróleo, é o "canarinho em uma mina de carvão", indicando que há uma mudança no pensamento econômico-financeiro mundial.

    Ela explicou que cerca de 90% do comércio global de petróleo é feito em dólares e o "petroyuan" seria uma maneira de induzir à desdolarização.

    Ela argumentou que a ascensão deste tipo de moeda, apesar de ser relevante, não é o suficiente para levar ao abandono mundial do dólar norte-americano.

    A China toma medidas para reduzir o uso do dólar em seu comércio. Recentemente China, Índia e Rússia fecharam acordo para substituir o sistema de pagamentos SWIFT
    © AP Photo / Ng Han Guan
    A China toma medidas para reduzir o uso do dólar em seu comércio. Recentemente China, Índia e Rússia fecharam acordo para substituir o sistema de pagamentos SWIFT

    Dentre os países empenhados em desdolarizar sua economia estão a Rússia, além de outros países do BRICS, a Turquia e o Irã, que foi alvo de mais uma rodada de duras sanções norte-americanas em novembro de 2018.

    O presidente russo, Vladimir Putin, argumentou durante o Fórum Econômico de São Petersburgo de 2019 que a era de "dominância do dólar" pode estar próxima do fim. De acordo com o presidente russo, isso irá ocorrer porque os EUA teriam "abusado" da posição privilegiada de sua moeda na estrutura monetária internacional.

    Mais:

    Risco ao dólar: déficit fiscal dos EUA é o maior em 7 anos
    O que a Rússia faz para acabar com o domínio do dólar no sistema financeiro mundial?
    Dólar perde atratividade depois de corte na taxa de juros dos EUA pelo FED
    Tags:
    incentivo, sanções, União Europeia, China, Rússia, desdolarização
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar