05:22 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Embarque e desembarque de cargas no porto de Vitória, no Espírito Santo em 17 de abril de 2011.

    Fortalecendo laços: Brasil se aproxima da Rússia com mais uma aliança regional

    © Folhapress / Yuri Barichivich/Folhapress
    Economia
    URL curta
    10596
    Nos siga no

    Foi inaugurado na terça-feira (1) mais um escritório da Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo, desta vez em Vitória, no Espírito Santo. A Sputnik Brasil ouviu o embaixador russo no país e também o responsável pelo escritório capixaba para explicar a questão.

    A Câmara de Comércio Brasil-Rússia no Espírito Santo segue o exemplo de outros estados brasileiros. Já há órgãos do tipo em São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina, atendendo a uma tendência de relações comerciais entre os países.

    Para Sergey Akopov, embaixador da Federação da Rússia no Brasil, esse é um acontecimento com uma importância significativa porque esse tipo de relação entre regiões internas dos dois países segue uma inclinação mais recente.

    "Isso mostra uma tendência importante, uma tendência predominante hoje em dia, que as relações econômicas e comerciais entre os nossos países deveriam se desenvolver pela linha das relações e de contatos diretos entre regiões, estados", afirma Akopov em entrevista à Sputnik Brasil.

    O embaixador ressalta que esse tipo de contato tem despertado interesse mútuo, o que abre portas diante da cúpula dos BRICS, que será realizada em 13 e 14 de novembro em Brasília.

    "Nós estamos sentindo grande interesse de desenvolver laços comerciais, econômicos, científicos, culturais entre Brasil e suas regiões com a Rússia", acrescenta.

    Akopov explica que o Espírito Santo tem relações comerciais com a Rússia "muito antigas e muito tradicionais".

    "A Rússia importa do estado do Espírito Santo produtos agrícolas - café, cacau e açúcar, carnes, muitas outras coisas", aponta, acrescentando que o mármore também é um produto exportado do estado para a Rússia.

    O embaixador também conta à Sputnik Brasil que os laços entre a Rússia e o Espírito Santo se estendem a nível cultural e religioso.

    "O estado do Espírito Santo será o primeiro lugar na América Latina - e no Brasil também - onde haverá um mosteiro ortodoxo russo", diz.

    Posição privilegiada

    Nessa janela de oportunidades ressaltadas pelo embaixador russo se insere a criação da Câmara de Comércio Brasil-Rússia. O advogado brasileiro Ulisses Borges de Resende, chefe da representação no Espírito Santo e vice-presidente em nível nacional da Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo, explicou suas atribuições à Sputnik Brasil.

    Resende ressalta o potencial dos produtos lembrados por Akopov e reforça como a Rússia pode contribuir em retorno.

    "Ao mesmo tempo, a Rússia produz insumos agrícolas, materiais de tecnologia avançada e a Câmara de Comércio terá esse propósito de estreitar os laços entre empresários brasileiros e empresários russos", aponta Resende em entrevista à Sputnik Brasil.

    O advogado, porém, explica que essas possibilidades de negócios ainda estão em aberto, apesar de já haver um norte em relação ao foco procurado.

    "Ainda estamos na fase de conversações. Mas o carro-chefe vai ser na questão do café, do açúcar e do granito", explica.

    Reiterando o que disse o embaixador Akopov, Resende explica que a criação do órgão não tem apenas pretensões econômicas.

    Líder russo Vladimir Putin se encontrou pela primeira vez com o presidente brasileiro Jair Bolsonaro em Osaka, palco do G20
    © Sputnik / Mikhail Klimentiev
    Líder russo Vladimir Putin se encontrou pela primeira vez com o presidente brasileiro Jair Bolsonaro em Osaka, palco do G20

    "A ideia da Câmara de Comércio é promover feiras, promover encontros de empresários, promover exposição de cultura que envolva arte, envolva dança", aponta.

    O advogado também ressalta que a posição geográfica do estado contribui para o desenvolvimento das atividades em vista na Câmara de Comércio.

    "O estado do Espírito Santo tem uma posição privilegiada no Brasil. Ele fica ali no meio, está tão próximo do Nordeste como dos outros estados do Sudeste brasileiro"

    Resende aponta ainda que há pelo menos 4 portos escoando a produção brasileira através do Espírito Santo, o que abre um leque de possibilidades para as atividades comerciais com a Rússia.

    "É um estado que concilia essa posição geográfica privilegiada para que a gente possa cultivar e desenvolver o crescimento dessas trocas justas e equilibradas entre brasileiros e russos", conclui.

    Mais:

    'Brasil é mais preparado para cooperação com Igreja Ortodoxa Russa', diz bispo russo
    Estatais russas de petróleo e gás estão de olho no Brasil, diz presidente de Câmara de Comércio
    BRICS: Brasil receberá Putin em 2019 e Bolsonaro irá à Rússia em 2020, diz embaixador
    Putin qualifica Brasil como um dos parceiros-chave da Rússia a nível internacional
    Tags:
    Espírito Santo, Brasil, Rússia, Sergei Akopov
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar