14:33 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Colheita de trigo (foto de arquivo)

    Ministros dos BRICS defendem biotecnologia para diminuir uso da terra

    © Sputnik / Aleksei Malgavko
    Economia
    URL curta
    190
    Nos siga no

    Os ministros de Agricultura dos BRICS, reunidos em Bonito, no Mato Grosso do Sul, comprometeram-se a usar a biotecnologia para aumentar a eficiência da produção e utilizar menos terras de cultivo.

    "Os ministros reconhecem a importância da agricultura sustentável e o papel da biotecnologia para o aumento da produtividade, usando menos terras e insumos", disse o Ministério da Agricultura brasileiro em nota.

    Ao final do encontro, as delegações dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) assinaram a Carta de Bonito. Segundo o ministério, o documento "traz o compromisso de aumentar a participação de biocombustíveis sustentáveis ​​e outras fontes de energia renováveis ​​na matriz energética" dos países do bloco, além de incentivar medidas contra a erosão do solo e proteção das margens dos rios com vegetação nativa.

    Conectividade rural

    Os participantes também defenderam uma melhor aplicação das tecnologias da informação na agricultura. "Reconhecemos que, para produzir mais alimentos de maneira sustentável, a conectividade digital rural é de suma importância", diz o documento.

    A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ressaltou que os cinco países do grupo estão alinhados em relação aos temas básicos discutidos na reunião.

    "Sabemos da responsabilidade que teremos de alimentar 9,8 bilhões de pessoas até 2050, sendo 3,3 bilhões dentro dos países do Brics", disse ela.

    O vice-ministro de Agricultura da Rússia, Sergei Levin, enalteceu a importância da Carta de Bonito, e disse que ela guiará os trabalhos do grupo no futuro.

    "A declaração abarca todas as áreas de cooperação que são importantes para nossos países", declarou.

    Reunião em Brasília

    O encontro dos ministros de Agricultura do bloco faz parte das reuniões setoriais que representantes dos governos dos BRICS vem realizando nos últimos meses, e que precedem a cúpula de chefes de Estado que acontecerá em meados de novembro em Brasília.

    Mais:

    Estaria Brasil comprometido com BRICS? Chancelaria russa comenta
    Mourão aponta para 'diferenças marcantes' na questão política dentro do BRICS
    Lavrov não acredita que Bolsonaro reconsidere sua posição em favor da manutenção dos BRICS
    Crivella propõe criação de foro permanente de cidades de países que integram o BRICS
    Trabalho e emprego nos BRICS: Brasil tem experiência para compartilhar?
    Tags:
    China, África do Sul, Índia, Rússia, Brasil, agricultura, biotecnologia, BRICS
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar