05:30 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente Jair Bolsonaro e o seu vice, Hamilton Mourão, participam do Lançamento da Campanha Semana do Brasil.

    Black Friday do governo: Semana do Brasil tenta aquecer consumo e animar economia

    © Foto / Valter Campanato / Agência Brasil
    Economia
    URL curta
    151128
    Nos siga no

    Elaborada em parceria pelo Governo Federal e empresas do varejo, a campanha Semana do Brasil quer movimentar a economia com descontos e aumentar as vendas.

    Inaugurada na sexta-feira (6) e com duração até o dia 15, a inciativa aproveita a data de Independência do Brasil. Em publicação em rede social, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) falou sobre o "sentimento de patriotismo" do empreendimento.

    A aliança entre o plano econômico e a visão patriótica é reforçada por José César da Costa, presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas:

    "Queremos elevar o sentimento de patriotismo. Estamos aconselhando todas as lojas que se pintem de verde e amarelo, também estamos aconselhando nossas 2 mil Câmaras dos Dirigentes Logistas do Brasil a hastearem bandeiras do Brasil. Queremos voltar a esse sentimento de patriotismo e o empresário hoje acredita muito em uma recuperação e nas propostas que estão vindo, como a previdência, tributária, o projeto de lei da liberdade econômica", diz Costa à Sputnik Brasil. 

    Ainda de acordo com o presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, a iniciativa busca incentivar o varejo em setembro, que sofre por não ter uma data especial para alavancar as vendas, como o dia dos pais ou o Natal.

    Fábio Bentes é economista-chefe da Confederação Nacional do Comércio (CNC) e diz que é uma "iniciativa bem vinda". 

    "A gente vê a Semana do Brasil como mais uma forma de tentar destravar o consumo no Brasil e, se ela for bem sucedida nesse primeiro ano, será replicada nos anos seguintes e, portanto, o varejo ganha um estímulo maior para implementar promoções e reativar o consumo", diz Bentes à Sputnik Brasil.

    O economista-chefe da CNC diz que com a liberação do saque do FGTS e do PIS/PASEP, a expectativa é de que as vendas de setembro até dezembro deste ano aumentem 1% na comparação com o mesmo período de 2018.

    É possível conferir as empresas que participam da Semana do Brasil no site especial que o Governo Federal montou para a data. 

    Mais:

    Criador da 'caça a ETs' na Área 51 surge com plano B após evento ser excluído pelo Facebook
    Governo precisa de plano B para Embaixada do Brasil nos EUA?
    EUA enviam bombardeiro nuclear B-52 para Europa
    EUA enviam bombardeiros nucleares furtivos B-2 para Reino Unido
    B-52 vs. Tu-95: titãs nucleares da Guerra Fria que continuam voando
    Tags:
    Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar