12:15 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Rublo e yuan

    Rússia e China teriam acordado pagamentos em rublo e yuan ao invés de dólar

    © Sputnik / Aleksandr Demyanchuk
    Economia
    URL curta
    2110
    Nos siga no

    O ministro das Finanças russo, Anton Siluanov, e o governador do Banco Popular Chinês, Yi Gang, assinaram no dia 5 de junho um acordo intergovernamental para utilização de rublo e yuan em pagamentos mútuos.

    A informação foi publicada pelo jornal Izvestiya nesta sexta-feira (28), citando uma carta do Ministério das Finanças da Rússia. Segundo o jornal, a informação sobre o acordo está em uma carta do vice-ministro das Finanças, Sergei Storchak, para o presidente do Comitê de Mercado Financeiro da Câmara Baixa do parlamento russo, Anatoly Aksakov.

    A carta foi uma resposta à solicitação de Aksakov sobre a intensificação do ministério em acordos com parceiros econômicos quanto ao uso das moedas nacionais em transações, para "fortalecimento da segurança econômica do país". A carta também observa que novos mecanismos para pagamentos em moedas nacionais entre a Rússia e as empresas chinesas já estavam em desenvolvimento.

    Sistemas de pagamento

    Aksakov, por sua vez, disse ao jornal que uma das opções poderia ser criar análogos russo e chinês do sistema de pagamentos SWIFT. Um aumento nos pagamentos em moedas nacionais, no entanto, também exigiria a criação de um mercado de instrumentos financeiros de rublo e yuan, sublinhou o legislador sênior.

    Isso, de acordo com Aksakov, permitiria que as duas nações cubram os riscos de flutuações da taxa de câmbio no comércio bilateral. Como resultado, a parcela de pagamentos de rublo com a China pode aumentar dos atuais 10% para 50% nos próximos anos, estima o legislador.

    Três fontes próximas ao Banco Central da Rússia, por sua vez, disseram ao jornal que o banco russo VTB e o Banco Comercial da China estariam autorizados a pagar com moedas nacionais.

    Posição de Moscou

    Moscou tem estimulado parceiros comerciais em várias ocasiões a abandonarem as transações em dólares, tendo em conta que os EUA usam a moeda para pressionar outros países visando alinhamento da agenda com Washington.

    Em 2018, a Rússia se livrou de grande parte dos títulos da dívida pública dos EUA em meio a uma das ondas de sanções, concentrando-se na compra de ouro. Nos últimos anos, Moscou tem promovido ativamente a ideia de pagar usando moedas nacionais com parceiros estrangeiros.

    Mais:

    Yuan chinês está a caminho de se converter em moeda global
    Analista: China não permitirá que yuan se desvalorize em relação ao dólar
    Que consequências terá decisão venezuelana de substituir dólar pelo euro e yuan?
    Tags:
    comércio bilateral, acordo, moeda, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar