12:23 19 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras dos países membros do BRICS (imagem de arquivo)

    Apesar das sanções, Rússia aumenta operações em rublos nas exportações para o BRICS

    © Sputnik /
    Economia
    URL curta
    5190
    Nos siga no

    A cota dos pagamentos em rublos nas exportações russas com os países do BRICS aumentou 7,2 vezes em 2018 em relação a 2013, e em euros cresceu em 8 vezes.

    Segundo a rede internacional de auditoria e consultoria FinExpertiza, "a cota dos pagamentos em dólares entre os países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) está diminuindo gradualmente".

    "Nos últimos cinco anos, a cota dos pagamentos em rublos nas exportações russas com os países do BRICS cresceu 7,2 vezes — para 9,4% — e atingiu o equivalente a 6,3 bilhões de dólares. A parte dos pagamentos em euros aumentou 7,9 vezes, para 9,5%, e atingiu 6,3 bilhões de dólares, e a parte dos pagamentos em moedas nacionais — em 3,1 vezes [para 4%, ou 2,7 bilhões de dólares]", destacam os autores do estudo.

    No geral, a porcentagem do dólar nas exportações para os países do BRICS caiu em 20%, para 77%, ou US$ 51 bilhões (R$ 202 bilhões).

    Quanto às importações russas, a participação do dólar no período em estudo diminuiu em 18% — atingindo um equivalente a US$ 42,4 bilhões. A participação dos pagamentos em euros nas importações aumentou 9,3%, para 4,7% (equivalente a US$ 2,8 bilhões), e a participação do rublo não mudou (5,3%, ou seja, US$ 3 bilhões).

    Já a parte dos pagamentos nas outras moedas nacionais aumentou oito vezes durante este período — para 17,7%, ou US$ 10,4 bilhões. Ao mesmo tempo, o volume total de transações com os países do BRICS cresceu para US$ 125 bilhões ao longo desses cinco anos.

    "Os acordos com o principal parceiro comercial da Federação Russa — a China — também registram a mesma tendência: a participação do dólar diminui tanto nas exportações como nas importações. Nos últimos cinco anos, a participação do dólar no pagamento das mercadorias exportadas diminuiu 18%, sendo nesse período de 79% e, nas importações, baixou 20%, sendo agora de 72%. Ao mesmo tempo, as operações em rublos nas exportações aumentaram 5,2 vezes, enquanto em euros aumentaram 11 vezes", indicam os dados da pesquisa.

    As mudanças mais significativas na estrutura das moedas nas exportações russas ocorreram nas transações com a Índia, tendo as operações em rublos crescido 33,8 vezes (para 37,2%).

    A presidente do Conselho de Administração da FinExpertiza, Elena Trubnikova, explicou que o "impulsionador do abandono dos pagamentos em dólares e da transição para transações em moedas nacionais entre os países do BRICS é o crescimento do volume de negócios", e que somente a "paridade das operações de importação e exportação pode assegurar a procura mútua da moeda da outra parte".

    Mais:

    Brasil com mais acordos bilaterais pode impactar o seu futuro no BRICS e no Mercosul?
    Especialista: BRICS poderia ser plataforma para mediar crise na Venezuela
    Brasil marca para meados de novembro reunião de líderes do BRICS
    Vice-ministro russo chega ao Brasil para falar de Venezuela e BRICS
    Tags:
    dólar, pagamento, rublo, BRICS, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar