22:37 23 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e presidente da China, Xi Jinping, em maio de 2014

    Rússia e China lançam fundo bilateral em yuan e estreitam cooperação

    © AP Photo / Carlos Barria
    Economia
    URL curta
    10371

    O Fundo de Investimento Rússia-China (RCIF), o Suiyong Capital e o Grupo de Investimento Dazheng lançaram um fundo sino-russo em yuan e deram início ao desenvolvimento de projetos potenciais.

    A informação foi divulgada pelo Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF) através de um comunicado divulgado nesta sexta-feira (26).

    "O Fundo foca principalmente no investimento em projetos estrategicamente importantes na Rússia e na China em igual proporção, colocando-se como o primeiro e mais importante exemplo de implementação de cooperação regional entre dois países (região de Moscou, extremo-leste e nordeste da China). Para projetos chineses, será dado maior foco a projetos relacionados com a Nova Rota da Seda e outros setores em perspectiva", diz o comunicado.

    O fundo inicialmente tem 1 bilhão de yuans, o equivalente a cerca de US$ 150 milhões, valor que será aumentado até entre 6 e 7 bilhões de yuans devido ao investimento chinês.

    "Os lados identificaram áreas prioritárias para cooperação e estão estudando oportunidades de investimento em recursos naturais, serviços financeiros, setores da indústria e saúde. "Os lados também terão foco no suporte da estratégia de Estado russa para o desenvolvimento de tecnologia e investimentos", acrescenta o comunicado.

    O CEO da RDIF, Kirill Dmitriev, aponta que a criação do fundo será importante para o futuro das relações entre China e Rússia.

    "O Fundo irá engajar-se na implementação de projetos de investimento estrategicamente importantes, focados na Distrito Federal Central, no extremo-leste da Rússia e na porção nordeste da China. O fundo promoverá ativamente o fortalecimento de laços econômicos a nível inter-regional, através do uso de moedas nacionais em todos os acordos. O Fundo Regional Rússia-China RMB é virtualmente o primeiro fundo RMB [yuan] ativo focado na Rússia e na China. É um dos mais importantes exemplos de cooperação regional entre os dois países", disse Dmitriev.

    A medida também foi aclamada pelo co-CEO e presidente do RCIF, Bing Hu, que declarou:

    "O Fundo Regional China-Rússia RMB é um exemplo marcante do desenvolvimento produtivo da cooperação bilateral regional. É especialmente importante que o fundo seja formado em RMB, o que reduzirá o risco da troca estrangeira entre RMB e RUB através de outras moedas. Nós estamos satisfeitos que o RCIF participou no início deste Fundo e damos boas vindas a novos parceiros conforme os dois países continuam a desenvolver sua cooperação regional".

    A criação do fundo de cooperação foi anunciada durante o Fórum Nova Rota da Seda 2019.

    Mais:

    NI: EUA pretendem criar frota robótica para combater Rússia e China
    Pompeo: China tem parceria 'corrosiva' com Venezuela e presença da Rússia é 'provocação'
    Pentágono estaria criando opções para conter 'influência' da Rússia e China na Venezuela
    Vice dos EUA acusa a China e a Rússia de impedir ações contra a Venezuela
    EUA devem 'andar depressa' em armas hipersônicas para alcançar Rússia e China, diz general
    Tags:
    cooperação econômica, Fórum Nova Rota da Seda 2019, Fundo Regional Rússia-China RMB, Grupo de Investimento Dazheng, Suiyong Capital, Fundo de Investimento Rússia-China (RCIF), Nova Rota da Seda, Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF), Bing Hu, Kirill Dmitriev, Moscou, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar