16:44 24 Março 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras chinesas e norte-americanas

    Ex-assessor de Trump chama negociações com China de 'jogo de soma zero' para EUA

    © AP Photo / Ng Han Guan, Pool
    Economia
    URL curta
    740

    David Banks, ex-assessor dos presidentes norte-americanos Donald Trump e George W. Bush, afirmou para a Sputnik que não acredita que qualquer acordo comercial duradouro entre os EUA e a China seja concretizado.

    David Banks acusou a China de aplicar uma política econômica agressiva para destruir a concorrência através do dumping e da venda de produtos baratos.

    "Não creio que qualquer tipo de acordo com a China sobre comércio e investimento seja sustentável, porque é um jogo de soma zero. A China é um concorrente econômico e geopolítico. E eu não vejo um compromisso duradouro lá", ecoou Banks.

    Segundo Banks, se tarifas forem aplicadas contra a China, o gigante asiático pode muito bem contorná-las construindo fábricas nos Estados Unidos, que seriam como um cavalo de Troia, para inundar o mercado.

    "Chineses também estão procurando adquirir tecnologia avançada através de fusões e aquisições, ou seja, comprando a empresa, estando no topo da espionagem econômica deles. Enquanto a indústria chinesa for controlada pelo governo chinês e pelo Partido Comunista chinês, eu a vejo como um risco", explicou.

    A China e os Estados Unidos estão envolvidos em uma guerra comercial desde que Trump anunciou tarifa de 25% sobre US$ 50 bilhões de importações do gigante asiático. Desde então, os dois países trocaram várias rodadas de tarifas comerciais.

    Mais:

    China aumenta suas reservas de ouro em meio à guerra comercial com EUA
    Itália se une à nova Rota da Seda da China e causa desconforto aos EUA
    Bolsonaro pode usar guerra comercial EUA-China em prol da soja brasileira, diz economista
    Tags:
    perspectiva, economia, geopolítica, concorrência, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar