04:02 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Souvenir de moedas com os logotipos das criptomoedas Bitcoin, Litecoin e Ethereum

    Nova criptomoeda do Irã pode desafiar bitcoin e ajudar Teerã a contornar sanções?

    © Sputnik / Yevgeny Biyatov
    Economia
    URL curta
    850
    Nos siga no

    As autoridades iranianas, em cooperação com bancos locais e a empresa Ghoghnoos, lançaram a criptomoeda PayMon. Até agora, nenhum outro país do mundo usou reservas de ouro na área de moedas digitais.

    Em entrevista à Sputnik Persa, Mohammad Azarnivar, especialista em blockchain, contou as particularidades da nova criptomoeda iraniana. 

    De acordo com ele, o pais pode tornar o PayMon em uma indústria poderosa.

    "O Irã possui potencial para se realizar nesta indústria e para torná-la em um dos setores mais importantes da nação. A excelente localização geográfica, o grande interesse popular e as condições políticas únicas contribuem para isso. O contorno das sanções econômicas [dos EUA] é um dos casos que não se pode ignorar", afirmou o especialista. 

    Mohammad Azarnivar apontou que essa rede foi criada se baseando na rede de criptomoedas Stellar, que é diferente de bitcoin e está focada na criação de uma ligação segura entre pessoas físicas e entidades financeiras. 

    Quando perguntado sobre o apoio por ouro, o analista apontou que neste assunto "deve haver uma transparência total". Ele acrescentou que a empresa Ghoghnoos tem várias propostas para os investidores quanto às reservas de ouro para assegurar a transparência e dissipar dúvidas sobre a moeda digital.

    Mohammad Azarnivar comentou também que os donos de criptomoedas poderiam trocá-las por ouro, contudo, os detalhes ainda não estão claros.

    O especialista detalhou quem poderia utilizar a moeda iraniana.

    "A maior parte da moeda PayMon entrará no mercado e será comercializada em escritórios especiais de câmbio. Uma parte [da moeda] será destinada para os parceiros e para os fundadores da empresa Ghoghnoos."

    De acordo com o especialista, a criptomoeda do Irã poderia até mesmo surgir em grandes escritórios de câmbio internacionais.

    "Quanto à introdução da moeda a nível mundial, aqui tudo depende da legislação de outros países. Há a probabilidade de que as moedas sejam negociadas em grandes casas de câmbio mundiais", indicou. 

    Além do mais, o analista comentou como em outros países encaram moedas digitais apoiadas por ouro.

    "A ideia de um padrão de ouro para moedas digitais oficialmente nunca chegou a ser aplicada em nenhum país, mesmo tendo sido discutida em 2017. Existem vários exemplos de moedas apoiadas pelo ouro, mas, diferentemente da PayMon, elas operam independentemente de sistema bancário. As tarefas mais importantes são conseguir confiança e assegurar transparência", ressaltou.

    Mais:

    Advogado de Trump volta a defender a derrubada do governo do Irã
    Polônia quer reaproximar União Europeia e EUA na questão do Irã
    Irã 'tem fórmula', mas nunca desenvolverá bomba nuclear, diz clérigo
    Tags:
    criptomoeda, sanções, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar