04:00 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Brasil tem terceira maior taxa de juros reais do mundo atrás de Turquia e Rússia

    Dívida pública brasileira pode chegar a R$ 4,3 trilhões em 2019

    Marcos Santos/USP Imagens/Fotos Públicas
    Economia
    URL curta
    5125
    Nos siga no

    Depois de encerrar 2018 quase em R$ 4 trilhões, nível recorde, a Dívida Pública Federal (DPF) deverá chegar ao fim de 2019 entre R$ 4,1 trilhões e R$ 4,3 trilhões, informou Agência Brasil. As cifras foram divulgadas nesta segunda-feira pelo Tesouro Nacional.

    A Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Economia, apresentou nesta segunda-feira o Plano Anual de Financiamento (PAF) da dívida pública em 2019. Por meio da dívida pública, o Tesouro Nacional emite títulos e pega dinheiro emprestado dos investidores para honrar compromissos. Em troca, o governo compromete-se a devolver os recursos com alguma correção, que pode seguir a taxa Selic, a inflação, o câmbio ou ser prefixada, definida com antecedência.

    Sede do FMI
    © AFP 2019 / ZACH GIBSON
    Em dezembro, os maiores detentores da dívida pública eram os fundos de investimentos (26,91%). O estoque desse grupo passou de R$ 967,19 bilhões para R$ 1,003 trilhão entre novembro e dezembro.

    Em seguida, estão os fundos de Previdência, com uma fatia de 24,96%, as instituições financeiras, com 22,74%, os investidores estrangeiros (11,22%), o governo (4,24%), as seguradoras (4,11%) e outros (5,81%), informou Agência Brasil.

    Mais:

    'Mundo está esperando explicações': economista comenta dívida pública recorde dos EUA
    Por que China reduz seus investimentos em títulos da dívida pública norte-americana?
    O que o novo presidente do Brasil deve fazer para lidar com a 8ª maior dívida do mundo?
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar