21:38 22 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Protestos dos coletes amarelos em Paris, França, 8 de dezembro de 2018

    Economia francesa será prejudicada pelos protestos dos 'coletes amarelos', afirma ministro

    © REUTERS / Christian Hartmann
    Economia
    URL curta
    312

    Estima-se que os protestos dos "coletes amarelos" ocasionarão perda de um décimo do crescimento da economia francesa no quarto trimestre de 2018, de acordo com o ministro da Economia e Finanças da França, Bruno Le Maire.

    "A realidade dos números: os acontecimentos atuais devem nos fazer perder 0,1 do crescimento no último trimestre", declarou o ministro em entrevista ao canal RTL France.

    Le Maire prometeu que proporcionará soluções cabíveis a todas as empresas prejudicadas pelo movimento dos "coletes amarelos", adicionando que se for necessário "deferir impostos sobre a folha de pagamento e as cobranças de impostos para algumas delas [empresas], então isso será feito". Ele classificou a situação de "catástrofe" para o comércio e economia do país e exigiu o fim dos protestos.

    Em 8 de dezembro, mais de 1.150 pessoas foram presas durante as manifestações em Paris, sendo este o quarto final de semana consecutivo de protestos.

    Desde o dia 17 de novembro, a França vem enfrentando uma onda de manifestações violentas, cujos participantes, chamados de "coletes amarelos", protestaram no início contra o aumento do preço dos combustíveis.

    Posteriormente, após a desistência do plano pelo governo, os manifestantes começaram a exigir a retirada do presidente francês Emmanuel Macron do poder.

    As manifestações em massa têm resultado em confrontos entre ativistas e policiais, queimas de carros, desordem e destruição de lojas.

    Mais:

    Ministro do Interior francês: situação com 'coletes amarelos' está controlada
    Protestos dos 'coletes amarelos' abalam Paris pela 4ª semana consecutiva
    Suposto líder dos 'coletes amarelos' pede fim dos protestos em Paris
    Mais de 50% dos franceses apoiam estado de emergência por protestos dos 'coletes amarelos'
    Tags:
    economia, impostos, combustível, protestantes, coletes amarelos, Ministério da Economia da França, Bruno Le Maire, França, Paris
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar