02:15 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e China durante a reunião de Vladimir Putin e Xi Jinping

    Rússia e China estão reforçando laços econômicos 'a um ritmo impressionante'

    © AFP 2018 / How Hwee Young
    Economia
    URL curta
    1100

    Um encontro entre o presidente russo, Vladimir Putin, e o presidente chinês, Xi Jinping, poderá ocorrer durante a cúpula do G20, que ocorrerá na Argentina.

    O presidente russo também acredita que um encontro com Li Keqiang na cúpula da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), em Singapura, seja de fundamental importância para debater a estabilidade estratégica e o desenvolvimento das relações bilaterais.

    "Graças aos esforços de nossos governos, as relações econômicas e comerciais bilaterais estão se desenvolvendo a um ritmo impressionante, criando uma boa base para nossa cooperação estratégica especial", declarou o líder russo.

    O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, afirmou que a China está pronta para realizar novos esforços conjuntos, cumprindo os acordos e garantindo os resultados desejados relacionados aos acordos celebrados entre ambos os países.

    A ASEAN engloba 12 nações, sendo elas, Indonésia, Malásia, Filipinas, Singapura, Tailândia, Brunei, Myanmar, Camboja, Laos e Vietnã.

    Além das nações da ASEAN, os laços políticos foram estendidos a países ocidentais e asiáticos que não são membros, além do Japão e uma cooperação com a União Europeia.

    Mais:

    China responderá por 46% do mercado de luxo global em 2025, indica pesquisa
    Muito além da 'bugiganga': China é principal fonte de produtos tecnológicos para o Brasil
    Vice-presidente estadunidense ameaça China com possível guerra fria
    Tags:
    relações bilaterais, estratégia, relações econômicas, economia, Xi Jinping, Vladimir Putin, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik