09:49 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, apresenta a criptomoeda petro

    Air Europa e Venezuela assinam acordos de investimento com pagamento em petro

    © AFP 2018 / Federico Parra
    Economia
    URL curta
    10201

    O Governo da Venezuela informou ter assinado acordos de desenvolvimento de turismo com a companhia aérea Air Europa. As transações serão respaldadas pelo petro, a criptomoeda do país latino-americano.

    "A empresa Air Europa e o Governo da Venezuela concordaram que todas as operações que cobrem estes acordos de investimento, operações de comércio e turismo, serão respaldadas por petros", disse vice-ministro da Economia, Tarek El Aissami.

    O funcionário do governo fez declarações à imprensa na sede do ministério, mas não ofereceu detalhes sobre os acordos assinados. Ele também não indicou a posição o director da Air Europa, Jose Luis Alvarez, que estava presente na reunião, sobre a dívida da Venezuela com Globalia (matriz da aérea europeia), que em maio já totalizava 200 milhões de dólares.

    Vice-ministro venezuelano disse que, a partir de 29 de outubro, as pessoas poderão comprar petros usando outras moedas digitais (Bitcoin ou Ethereum) através de um site, e observou que caixas físicos estarão operacionais a partir daquele dia na Superintendência de Criptomoedas, no centro de Caracas.

    Mais:

    Depois do ouro, agora é o petro que vai salvar economia venezuelana?
    Todo o petróleo venezuelano deve ser vendido em petro, avisa Maduro
    Criptomoeda venezuelana petro entrará em vigor em 1º de outubro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik