09:03 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Estátua da Liberdade, em Nova York

    Economia e padrões de vida norte-americanos estão à beira do colapso, adverte analista

    © AP Photo / Richard Drew
    Economia
    URL curta
    8250

    Segundo o famoso investidor Peter Schiff, a forte queda nas bolsas norte-americanas dos últimos dias, que ocorreu na sequência de uma venda massiva de valores nos mercados globais, poderia ser um sinal de que problemas econômicos mais sérios estão à vista.

    Para Peter Schiff, presidente-executivo da corretora de valores Euro Pacific Capital, o mercado de ações dos EUA está se dirigindo ao mercado urso (mercado em baixa, com preços de ativos em queda e com o pessimismo onipresente se tornando autossustentável).

    "Todos os sinais já podem ser observados. Olhem o que está acontecendo lá fora. O mercado de ações está em queda […] Olhem para empresas do ramo da construção civil, ações do setor de construção civil, para organizações financeiras e retalhistas – todos esses [sinais] são as mesmas coisas que ocorreram em 2007 antes da crise", disse o analista ao RT.

    Schiff declarou que a população deveria estar pronta para não apenas uma crise econômica, mas também para uma crise política. Segundo ele, a divisa norte-americana enfrentará suas piores perdas.

    "Então, o que vocês têm de fazer é se livrar dos ativos denominados em dólares. O dólar vai ser a maior vítima junto com os padrões de vida norte-americanos", disse ele, acrescentando que os mercados de ações estrangeiros, especialmente dos mercados emergentes, que atualmente estão sob pressão do dólar caro, estariam em forte alta.

    De acordo com o economista, o endividamento alto das famílias norte-americanas é uma questão crucial para os padrões de vida no país.

    "Todos estão profundamente endividados […] Tivemos um monte de dívidas em 2008. De fato, a crise financeira foi causada pela dívida, pela nossa incapacidade de pagar as dívidas que tivemos", afirmou Schiff.

    O analista sublinha ser impossível prevenir a próxima crise, porque os EUA continuam acumulando dívidas há muito tempo e "quanto mais depressa enfrentarmos a realidade, melhor".

    Ele criticou também a política atual do presidente dos EUA, Donald Trump.

    "Se o governo tem menos receitas, os déficits estão se tornando maiores e o governo deve emprestar ainda mais dinheiro, e isso se torna um problema ainda maior. [Trump] quer lançar mais uma corrida de armas nucleares e iniciar uma corrida espacial, tudo isso requereria gastar mais dinheiro", explicou o financista.

    O índice Dow Jones caiu mais de 600 pontos nesta quarta-feira (24) em meio a uma queda acentuada das ações de empresas de tecnologia. A queda pode comprometer todos os ganhos alcançados pelo mercado em 2018.

    Além do mergulho do índice Dow Jones Industrial Average (DJIA), o índice Standard & Poor’s 500 caiu 3%, também se tornando negativo para o ano, e o Nasdaq Composite caiu 4,4%.

    Mais:

    Erdogan: ataque a Idlib pode desencadear crise de segurança internacional
    Estamos à beira de nova crise global? EUA preparam 'bomba financeira' em todo o mundo
    Tags:
    dólar, crise financeira, dívida, economia, RT, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik