04:03 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Nota de 1 dólar norte-americano

    Chanceler russo: EUA utilizam o dólar como forma de punição dos países

    © Sputnik / Alexey Suhorukov
    Economia
    URL curta
    3110

    Descartar a utilização da moeda americana é um dos principais objetivos dos parceiros comerciais internacionais de Teerã, que tentam preservar a cooperação econômica em meio às sanções impostas pelos EUA contra o Irã.

    Vale ressaltar que os EUA se retiraram do acordo nuclear iraniano de 2015, impondo novamente sanções econômicas contra o Irã, além de ameaçar sancionar todas as empresas europeias que continuem a fazer negócios com o Irã.

    Sergei Lavrov, ministro do Exterior russo, afirmou que os EUA utilizam o dólar como meio de pressão quando querem punir algum país e todos aqueles que possuem algum tipo de relacionamento com ele, adicionando ainda que, "por décadas, todos esperavam que os EUA cumprissem com suas obrigações como principal emissor de moeda de reserva."

    O conflito em torno do dólar americano ficou ainda mais tenso quando o presidente americano, Donald Trump, anunciou que dobraria as tarifas aplicadas ao ferro e alumínio importados da Turquia, ocasionando o colapso da moeda turca. Esta alcançou o seu menor valor da história, com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmando que a queda da moeda foi uma "conspiração cambial" e que Ancara deixaria de efetuar transações em dólares com os parceiros comerciais.

    O ministro-presidente da região flamenga da Bélgica, Geert Bourgeois, também responsabiliza Washington por utilizar o dólar como arma de punição, impedindo o Banco de Investimento Europeu de efetuar investimentos no Irã.

    Anton Siluanov, ministro das Finanças da Rússia, considera o dólar americano como uma ferramenta de risco para efetuar pagamentos, por ser uma moeda internacional, não descartando a possibilidade de utilização de moedas nacionais, ao invés do dólar americano, no mercado petrolífero.

    A Rússia, por seu lado, está se preparando para iniciar trocas comerciais com a América Latina, entre outros parceiros, utilizando as moedas destes países, lembrando que, recentemente, a Rússia e a China concordaram em aumentar a participação das moedas nacionais nas transações comerciais, investimentos e financiamento, aumentando o intercâmbio comercial, bem como aperfeiçoando a busca de novas áreas de crescimento e de colaboração.

    Com isso, a Turquia, o Irã, a China e a Rússia já começaram a fazer seus pagamentos em outras moedas. Teerã ainda estuda a possibilidade de utilizar o ouro como uma alternativa viável ao dólar.

    Mais:

    Quando outras moedas fazem questão de se posicionar contra dólar
    Turquia se prepara para fazer transações com parceiros em moedas nacionais
    Tags:
    câmbio, dólar, moeda nacional, sanções econômicas, moeda estrangeira, Turquia, Irã, China, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik