09:52 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Bolsa de valores de Nova York

    Estamos à beira de nova crise global? EUA preparam 'bomba financeira' em todo o mundo

    © AFP 2018 / Jewel Samad
    Economia
    URL curta
    14362

    Para os especialistas, os problemas do endividamento nos EUA hoje em dia são semelhantes aos de 2007 e podem levar a uma crise econômica global.

    Os analistas da Moody’s Analytics avisaram que o endividamento crescente das organizações não financeiras, bem como o aumento dos títulos de dívida empresarial de maior risco financeiro levará a uma nova crise financeira nos EUA e, depois, em todo mundo.

    Segundo os analistas, hoje em dia o volume total da dívida de alto risco já atingiu 2,7 trilhões de dólares (R$ 11,2 trilhões). O economista principal da Moody’s Analytics, Mark Zandi, sublinha que a situação atual é semelhante à de 2007, quando o colapso dos empréstimos hipotecários de alto risco (subprime) levou à crise econômica global.

    "A ameaça mais séria para o ciclo atual é a concessão de créditos às empresas não financeiras com elevado nível de endividamento […] Há que ter em atenção que o volume total dos empréstimos hipotecários de alto risco foi cerca de três trilhões de dólares [R$ 12,4 trilhões] quando atingiu seu auge antes da crise financeira", explicou Zandi.

    No início de julho, os analistas do Bank of America declararam que o mundo pode enfrentar nova crise econômica profunda, semelhante à do fim dos anos 90. Em junho, o Banco Mundial, por sua vez, avisou que uma crise global pode rebentar depois de 2019.

    Mais:

    Rússia está pronta a abandonar o dólar no comércio de petróleo?
    Irã usará criptomoedas para exportar petróleo sem recorrer ao dólar
    Tags:
    crise financeira, crédito, endividamento, crise econômica, Moody's, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik