01:33 21 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, em foto de arquivo

    Líder Supremo do Irã pede ação legal rápida e justa para enfrentar 'guerra econômica'

    © AP Photo / Serviço de imprensa do líder supremo iraniano
    Economia
    URL curta
    1161

    O líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, cobrou neste sábado uma ação rápida e justa para enfrentar uma suposta guerra econômica no país.

    As declarações, de acordo com a mídia local citada pela Reuters, foram feitas após alegações polêmicas do chefe do judiciário do país e de um clamor público sobre o alto custo de vida e alegada corrupção financeira.

    "As atuais condições econômicas especiais são consideradas uma guerra econômica", disse o chefe do judiciário, Ayatollah Sadeq Amoli Larijani, em uma carta enviada a Khamenei, pedindo a criação de tribunais especiais para lidar rapidamente com crimes financeiros, informou o a agência.

    Khamenei concordou, dizendo que "o objetivo (dos tribunais) deve ser punir os culpados de práticas econômicas corruptas de forma rápida e justa", segundo a Reuters.

    Mais:

    Sanções dos EUA são 'declaração de guerra econômica', diz premiê russo
    Guerra econômica na Venezuela tem dias contados, diz vice-presidente
    EUA estão prestes a travar 'guerra econômica' com um dos países mais pobres do mundo
    'Irã precisa se unir frente a uma séria guerra econômica estimulada pelos EUA'
    Tags:
    guerra comercial, economia, Aiatolá Ali Khamenei, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik