21:25 20 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Departamento do Tesouro dos EUA em Washington

    Congressista revela quando bomba da dívida norte-americana explodirá

    © AP Photo / Jacquelyn Martin
    Economia
    URL curta
    5110

    A dívida pública é uma bomba que ameaça a segurança nacional dos EUA. A sua detonação pode destruir o sistema financeiro do país, declarou o congressista norte-americano Andy Biggs.

    "Acredito que estamos à beira [de um precipício]. Imagine que temos uma cachoeira, estamos em um barco e este está a ponto de chegar no momento em que será impossível sair se não fizermos algo imediatamente", declarou Biggs.

    Segundo o congressista, a bomba da dívida pode explodir em oito ou dez anos, quando o fundo fiduciário Medicare — o programa de cobertura da previdência social — praticamente deixar de existir.

    Para evitar tal cenário, Biggs propôs reduzir os gastos públicos dos EUA. O congressista opina que em vez de 1,3 trilhões de dólares (R$ 4,85 bilhões), o país deve gastar apenas 700 bilhões (R$ 2,6 trilhões).

    Anteriormente, a Casa Branca previu que o déficit orçamentário dos EUA atingiria 833 bilhões de dólares (R$ 3,1 trilhões) no ano fiscal de 2018, que terminará em 30 de setembro. No ano passado, o déficit orçamentário foi de 666 bilhões de dólares (R$ 2,5 trilhões).

    De acordo com os cálculos do Escritório de Orçamento do Congresso dos EUA, o déficit orçamentário dos EUA ultrapassará 981 bilhões de dólares (R$ 3,7 trilhões) em 2019 e em 2020 alcançará um trilhão de dólares (R$ 3,7 trilhões). Anteriormente, a entidade informou que o déficit atingiria esse valor não antes de 2022.

    Mais:

    Em breve dólar perderá status de moeda número 1, diz investidor americano
    Surpresa chinesa: a que se deve forte crescimento do yuan ante o dólar americano?
    Irã está à beira de enfraquecer hegemonia do dólar
    Tags:
    dívida, finanças, crise, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik