18:02 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Colheita de trigo na região de Kaliningrado, na Rússia

    Como Rússia conquista mercado agrícola global?

    © Sputnik / Igor Zarembo
    Economia
    URL curta
    14230

    O aumento da produção agrícola na Rússia permitiu não apenas satisfazer a demanda interna, mas também fortalecer suas posições no mercado global de alimentos.

    Segundo o Ministério da Agricultura da Rússia, as exportações agrícolas russas no ano de 2017 atingiram 20,7 bilhões de dólares (R$ 66 bilhões), um aumento de 22,1% em comparação com o ano passado. Os produtos agrícolas representam 5,8% das exportações russas. Isso supera as exportações do complexo militar-industrial russo que em 2017 corresponderam a 12 bilhões de dólares (R$ 48 bilhões).

    De acordo com o Ministério da Agricultura da Rússia, são exportados cereais, óleo, açúcar, batatas e carnes de frango e suína. 

    "O aumento da produção agrícola no país é um dos fatores mais importantes do crescimento de exportações […] A desvalorização do rublo em 2014 também contribuiu para a nossa entrada nos mercados estrangeiros", disse o especialista russo Pavel Sigal.

    Entre os principais importadores de produtos agrícolas russos destacam-se o Egito, a Turquia, a China e a Coreia do Sul.

    Para Sigal, o aumento das exportações à Ásia pode se tornar o fator de crescimento para exportações de alimentos da Rússia. Os fatores externos são favoráveis: o aumento de demanda na Ásia, alta qualidade dos produtos russos e preços competitivos dos alimentos russos.

    Além disso, o Ministério da Agricultura da Rússia prevê que em 2018 a colheita aumente 3%. Espera-se que as exportações de alimentos russas continuem crescendo em 2018.

    Mais:

    Ministro da Agricultura da Síria: terroristas vendem nosso trigo aos países vizinhos
    Rússia se torna líder na exportação de trigo, ultrapassando União Europeia e EUA
    Rússia será o maior exportador de trigo, afastando os EUA
    Tags:
    produtos agrícolas, exportação, economia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik