00:11 25 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro, presidente de Venezuela, durante el lanzamiento de la criptomoneda petro

    Venezuela inicia oferta pública da criptomoeda petro

    © REUTERS / Marco Bello
    Economia
    URL curta
    As criptomoedas de Nicolás Maduro (19)
    252

    A Venezuela iniciou a IPO (oferta pública inicial) do petro na última quarta-feira (21), anunciou Hugbel Roa, ministro de Educação Universitária, Ciência e Tecnologia.

    "Сomeçou a pré-venda do petro", escreveu em seu Twitter.

    Um sistema progressivo de vendas está previsto e o plano é emitir 100 milhões de petros, dos quais 82,4 milhões estavam disponíveis para pré-venda entre 20 de fevereiro a 20 de março.

    Segundo a agência venezuelana de notícias AVN, a pré-venda da criptomoeda alcançou US$ 5 bilhões de dólares em 127 países em apenas um mês, inclusive com a participação da Rússia, EUA, Espanha, Coreia do Sul, Cuba, Japão, França e China.

    Está disponível 44% dos 82,4 milhões de petros para a pré-venda privada e 38,4% para a oferta pública, enquanto 17,6% permanecerá na gestão da Venezuela.

    A criptomoeda petro foi lançada em 20 de fevereiro na Venezuela. O presidente Nicolás Maduro anunciou que o volume de pré-vendas alcançou US$ 735 milhões de dólares. Portanto, a Venezuela tornou-se o primeiro país a ter sua própria criptomoeda garantida pelas reservas de petróleo.

    Na última segunda-feira (19), o presidente norte-americano Donald Trump assinou um decreto proibindo cidadãos dos EUA a realizar qualquer tipo de transações com a criptomoeda venezuelana.

    Tema:
    As criptomoedas de Nicolás Maduro (19)

    Mais:

    Plataforma russa ajudou Venezuela a lançar a criptomoeda Petro
    Petro venezuelano: xeque-mate ao dólar?
    1 em 2.000: por que petro venezuelano é um criptoativo diferente dos demais?
    Tags:
    pré-venda, criptomoeda, Petro, Hugbel Roa, Donald Trump, Nicolas Maduro, Venezuela, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik