01:00 23 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Investidores na Bolsa de Valores de Xangai

    Mais um golpe dos EUA na guerra comercial contra China

    © AFP 2018 / JOHANNES EISELE
    Economia
    URL curta
    15137

    A administração do presidente norte-americano Donald Trump está pensando em implementar restrições aos investimentos chineses na economia dos EUA e aumentar a lista dos bens com tarifas de importação elevadas. Deste modo, os EUA planejam retaliar a China pelo roubo da propriedade intelectual.

    Segundo a agência Bloomberg, não se trata apenas de investimentos, que podem ser considerados como ameaça para a segurança nacional. Os EUA poderiam aprovar as aplicações monetárias chinesas apenas aos setores onde são permitidos os investimentos dos EUA nas empresas chinesas, para respeitar o princípio da reciprocidade, informou o portal Lenta.

    Em 16 de fevereiro, a Comissão de Títulos e Câmbio dos EUA (SEC, na sigla em inglês) bloqueou a compra da Bolsa de Valores de Chicago por investidores chineses. As autoridades estadunidenses estão preocupadas que os investidores podem estar ligados às autoridades chinesas que, por sua vez, podem influenciar no mercado de valores dos EUA.

    No futuro próximo, os EUA publicarão os planos de restrições ao comércio com os países estrangeiros.

    Em 1º de março, Trump anunciou que planeja estabelecer uma tarifa de 25% sobre o aço importado e de 10% sobre o alumínio. A China afirmou que as novas tarifas para importação de aço e alumínio pretendidas pelo presidente dos Estados Unidos terão um "enorme impacto" na economia global e que Pequim irá trabalhar com outras nações para preservar seus interesses

    Tags:
    investimento, guerra comercial, Donald Trump, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik