08:39 21 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Nota de cinco dólares em chamas

    Irã está à beira de enfraquecer hegemonia do dólar

    CC BY 2.0 / Mike Poresky
    Economia
    URL curta
    14270

    As autoridades do Irã creem que a presença de pagamentos em dólar em seu comércio é insignificante e planejam substituí-lo por outras moedas nas operações com seus parceiros mais importantes, como os Emirados Árabes Unidos (EAU), Rússia, China e União Europeia.

    Teerã anunciou que as ordens de compra dos comerciantes que se baseiam em dólares são proibidas nas operações de importação. O país fez mais um passo para abandonar o uso do dólar no comércio exterior, informou o canal Press TV.

    Mehdi Kasraeipour, diretor de Assuntos de Regulação e Política Cambial do Banco Central do Irã, disse que a medida entrou em vigor em 28 de Fevereiro.

    Kasraeipour acrescentou que essa medida não criará nenhum problema para os comerciantes, porque a proporção do dólar no comércio do país é muito pequena.

    "Durante muito tempo o setor bancário iraniano não podia usar dólares devido às sanções", disse ele.

    Segundo ele, os comerciantes iranianos devem informar seus parceiros para que substituam o dólar como a moeda base por outras moedas. 

    Entretanto, muitos comerciantes avisam que essas medidas poderiam levar a custos adicionais pela conversão da moeda base de dólar para outra moeda. Isso aumentará os custos de importação e, finalmente, faz com que os preços das mercadorias importadas aumentem. 

    A decisão do Irã de abandonar o dólar está ligada à ordem executiva do presidente dos EUA, Donald Trump, de proibir cidadãos do Irã de entrar nos Estados Unidos. O Irã já assinou acordos com alguns países incluindo a Rússia, Azerbaijão, Turquia e Iraque para evitar o uso de dólar nas transações internacionais. 

    Mais:

    Peso mexicano e dólar canadense despencam com rumores sobre saída dos EUA do NAFTA
    O que acontecerá após a depreciação do dólar?
    Hegemonia do dólar não será eterna: mais cedo ou mais tarde a história se repete
    Tags:
    mercado financeiro, finanças, hegemonia, dólar, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik