03:15 28 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Bitcoin, criptomoeda

    Investidor mais temido do mundo qualifica bitcoin como golpe brilhante

    © Sputnik / Vladimir Astapkovich
    Economia
    URL curta
    681

    O criador do fundo de hedge Elliott Management, Paul Singer, às vezes chamado de investidor mais temido do mundo, considerou o bitcoin - bem como as criptomoedas em geral - "um dos golpes mais brilhantes da história".

    O investidor, famoso por adquirir a dívida dos países em desenvolvimento, em particular, a da Argentina, declarou que o bitcoin não é uma bolha ou fraude ordinária, mas sim uma farsa que aproveita a propensão humana de se agarrar a esperanças vagas, informou o portal Business Insider

    Além disso, Singer criticou as pessoas que estão promovendo as moedas digitais. Segundo ele, esta é uma prática amoral. 

    Singer explicou que, paradoxalmente, a disposição das pessoas para comprar "nada" por um preço cada vez mais elevado convence a sociedade do valor desta mercadoria ilusória e não da simples ignorância dos compradores. 

    "Mas não é glorioso que o equivalente a nada atraia sacerdotes e paroquianos? Que o aumento do preço, a própria disposição da multidão para comprá-lo a preços cada vez mais altos seja vista como validação da coisa, em vez de indicação da ignorância ilimitada de certos grupos da raça humana?", pergunta ele.  

    Em fevereiro de 2018, o bitcoin caiu abaixo de 6.000 dólares (cerca de R$ 20.000), devido à preocupação dos investidores sobre as restrições às criptomoedas por parte dos reguladores. Mais tarde, a moeda recuperou e aumentou novamente para mais de 8.500 dólares (R$ 28.000).

    Mais:

    Bitcoin, bananacoin e putincoin: febre do ouro da era digital
    'Dólar 2.0': bitcoin seria projeto da inteligência norte-americana?
    Colapso do bitcoin desencadeia fome de investidores por ouro
    Tags:
    finanças, criptomoedas, bitcoin, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik