15:44 22 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Bitcoin

    Conheça 'mãe de todas as bolhas' econômicas que ameaça mundo inteiro

    CC0 / Pixabay
    Economia
    URL curta
    768

    O economista que previu a crise financeira mundial de 2008 avisa que a queda do valor do bitcoin é a prova mais recente que a criptomoeda é a maior bolha da história e está condenada ao colapso.

    Segundo Nouriel Roubini, professor da Universidade de Nova York, o bitcoin é "a mãe de todas as bolhas" apoiada por "charlatães e vigaristas", escreveu Angela Monaghan para o jornal The Guardian.

    Em 6 de fevereiro, o valor do bitcoin caiu para 6.000 dólares (R$ 20.000) porque os investidores ficaram nervosos sobre as possíveis restrições às negociações com bitcoin por parte dos reguladores. Mais tarde a moeda se recuperou e subiu de novo a mais de 8.500 dólares (R$ 28.000). Ethereum, ripple, litecoin e outras moedas digitais também sofreram quedas drásticas.

    Em geral, o bitcoin perdeu mais de metade de seu valor desde que alcançou seu máximo de cerca de 20.000 dólares (R$ 66.000) em dezembro do ano passado. Segundo Roubini, a forte queda é o início de um colapso que vai fazer cair o valor da moeda digital "até zero".

    A autora do artigo sublinhou que o bitcoin e outras moedas digitais enfrentam uma forte reação global dos reguladores e governos. O ministro das Finanças da Índia anunciou que o país não reconhece as criptomoedas como moedas legais e que seriam tomadas medidas contra seu uso no financiamento de "atividades ilegais".

    Ao mesmo tempo, os reguladores norte-americanos estão investigando a bolsa de criptomoedas Bitfinex e a moeda digital Tether para revelar se sua moeda, que se utiliza para o comércio digital, é realmente apoiada por dólares como se afirma.

    O Facebook proibiu recentemente a publicidade de criptomoedas por muitas delas serem desleais e enganosas. No fim de janeiro, a Coreia do Sul anunciou que planeja tomar medidas drásticas contra o comércio da moeda digital: preparar uma proibição de abrir contas criptográficas anônimas e elaborar uma nova legislação para permitir que os reguladores possam encerrar as trocas de moedas digitais.

    Steven Mnuchin, secretário do Tesouro dos EUA, advertiu que o bitcoin tem todas as caraterísticas necessárias de ser a próxima "conta bancária suíça" para a lavagem de dinheiro.

    Os legisladores e reguladores realmente estão preocupados. "Praticamente todos os políticos do G20 falam de uma campanha repressiva", disse Roubini à Bloomberg. O analista acrescentou que 1.300 cirptomoedas que atualmente existem são "uma fraude". A maioria delas é ainda pior que o bitcoin e não tem nenhum valor intrínseco.

    O bitcoin tem todas as caraterísticas de uma bolha especulativa clássica que poderia estourar, como a crise imobiliária nos EUA que desencadeou a crise financeira mundial, advertiu a autora com referência a vários críticos.

    Robert Shiller, que ganhou em 2013 o prêmio Nobel de Economia, declarou que, embora o bitcoin seja uma "ideia muito inteligente", não se tornará uma parte permanente do mundo financeiro.

    O bitcoin não é reconhecido por nenhum banco central e atualmente permite iludir os bancos e métodos de pagamentos tradicionais para pagar por bens e serviços. Entretanto, os reguladores e instituições estão considerando como responder a este desafio digital.

    Mais:

    Bolha vai estourar: bitcoin pode não valer nada, adverte Morgan Stanley
    'Bitcoin se aproxima do zero e muitos perderão tudo quando bolha explodir'
    Nova bolha econômica: mercado do bitcoin ameaça milhões de pessoas
    Tags:
    criptomoedas, bitcoin, crise econômica, finanças, crise financeira, Coreia do Sul, Índia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik