04:04 18 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Governo pretende arrecadar R$ 20 bi com a venda da Eletrobras

    Justiça nega recurso contra liminar que suspende privatização da Eletrobras

    Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional/AFP
    Economia
    URL curta
    4 0 0

    O Tribunal Federal da 5ª Região (TRF-5), em Pernambuco, negou o pedido de suspensão da liminar que impede a privatização da Eletrobras e suas subsidiárias. A suspensão da venda da estatal foi decidida na última quinta-feira pela 6ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado.

    O pedido apresentado pela Advocacia Geral da União (AGU), na última segunda-feira dizia que a decisão de suspender a privatização da empresa representava riscos à ordem econômica.

    Itaipu é uma das 14 usinas que integram o Grupo Eletrobras
    Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional/Fotos Públicas

    Segundo o governo, a suspensão pode "prejudicar todo o cronograma de privatização da empresa, o que por sua vez comprometeria a arrecadação dos valores ainda em 2018".

    No entanto o presidente do TRF-5, o desembargador federal Manoel Erhardt, que indeferiu o pedido, diz que "não se visualiza, ao menos por ora, risco iminente ao insucesso do programa, dado que o próprio cronograma é algo indefinido".

    As informações foram divulgadas pela Agência Brasil.

    Mais:

    'Venda da Eletrobras vai provocar reajuste de até 30% nas tarifas de energia'
    Temer facilita privatização da Eletrobras
    O grito da Eletrobras: 'Privatização é bom (para eles)'
    Governadores do Nordeste jogam balde de água fria na privatização da Eletrobras
    Tags:
    Temer, energia, privatização, Eletrobras
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar