08:25 23 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Imagem da cabine da aeronave militar multimissão de transporte e reabastecimento em voo KC-390, da empresa brasileira de aviação Embraer

    Boeing também quer comprar divisão militar da Embraer

    © Foto : Divulgação / Facebook Embraer
    Economia
    URL curta
    31133

    A Boeing também tem interesse na divisão militar da Embraer, que é responsável por projetos estratégicos da defesa brasileira como a construção de seu submarino nuclear e satélites.

    As informações são da Folha da S. Paulo.

    O interesse da empresa dos EUA foi divulgado no fim de 2017 e confirmada pela própria Embraer. À época, o presidente Michel Temer (PMDB) descartou a possibilidade de uma possível transferência de controle da Embraer.

    Criada como uma companhia estatal em 1969, o Governo tem a chamada "golden share" na Embraer, ou seja, vendas que ultrapassem 35% precisam de autorização da União.

    Com a intenção da Boeing de também adquirir a divisão militar da Embraer, o negócio pode enfrentar dificuldades.

    Projetos sensíveis como o desenvolvimento do submarino nuclear brasileiro, o controle de fronteiras realizado pelo Exército e o desenvolvimento de satélites de comunicação são alguns dos projetos estratégicos que envolvem a Embraer.

    A área de defesa é responsável por cerca de 20% do faturamento da companhia.

    Mais:

    Boeing-Embraer: Temer aceita negociar, mas sem perder o controle da empresa
    Temer rechaça a venda da Embraer para a Boeing
    Wall Street Journal: Boeing tem negociações para comprar a Embraer
    Cargueiro da Embraer quase se envolve em tragédia no interior de São Paulo
    Força Aérea Portuguesa deve receber aviões KC-390 da Embraer até final de 2021
    Presidente da Embraer espera 'diálogo muito frutífero' na cúpula dos BRICS em Xiamen
    Tags:
    Boeing, Embraer
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik