19:07 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Moedas do bitcoin, Londres

    Rússia e China podem vir a arquitetar apocalipse do bitcoin em 2018

    © AFP 2018/ Justin TALLIS
    Economia
    URL curta
    16215

    Moscou e Pequim tomarão medidas bruscas contra o bitcoin, o que resultará no colapso da criptomoeda no ano que vem, prevê Saxo Bank. Todos os anos, no mês de dezembro, este banco faz previsões absurdas.

    O Saxo Bank prevê que, em 2018, cada bitcoin vá custar US$ 60 mil (R$ 199 mil, na conversão atual) com capitalização de mercado superior a 1 trilhão de dólares (R$ 3,3 trilhões, na conversão atual). Depois da façanha da moeda virtual, de acordo com o banco, a Rússia e a China vão unir forças para atacá-la.

    "O crescimento do bitcoin e de outras criptomoedas tem sido um fenômeno espetacular do mercado financeiro nos últimos anos. O bitcoin vai continuar crescendo – e muito rapidamente – no ano que vem, mas a Rússia e a China vão juntas arquitetar o fracasso da moeda virtual", prediz o banco.

    Depois disso, segundo o Saxo Bank, o bitcoin vai desvalorizar até US$ 1.000 dólares (R$ 3,3 mil, na conversão atual) em 2019.

    No fim de 2016, o banco fez uma previsão correta sobre a valorização do bitcoin, ao calcular que o valor pela unidade iria triplicar os então US$ 700 (R$ 2,3 mil).

    Contudo, o Saxo Bank fracassou ao prever a magnitude do desejo pela moeda virtual, o que, na realidade, resultou em um aumento de 1.900%, ou seja, US$ 19 mil (R$ 63 mil) por unidade.

    A China já introduziu medidas contra o bitcoin ao banir oferta inicial de moedas (ICO, sigla em inglês). Reguladores chineses também baniram câmbios do bitcoin em setembro depois de Pequim suspeitar que as transações estivessem sendo feitas para movimentar dinheiro do país ao exterior. A China perdeu 90% do comércio de bitcoins. A criptomoeda atingiu as primeiras páginas de forma negativa, mas logo se recuperou.

    Na Rússia, nenhuma moeda digital é regularizada. O governo russo foi ordenado pelo presidente Vladimir Putin a regulamentar criptomoedas até julho do ano que vem.

    O Ministério das Finanças da Rússia insiste que a criação do bitcoin e de outras moedas digitais seja ilegal, porque a sua mineração é parecida com pirâmides financeiras proibidas na Rússia. Contudo, comprar criptomoedas não será punido pela lei, promete o ministério.

    Mais:

    Moedas digitais estão sendo usadas para esquemas de pirâmide, alerta promotor
    Criptomoeda ether supera bitcoin com valorização de 8.000%
    Economista norte-americano: dólar tem 'os dias contados' como moeda mundial
    Tags:
    moeda virtual, previsão, criptomoeda, bitcoin, Ministério das Finanças da Rússia, Vladimir Putin, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik