05:06 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    George Soros, o presidente americano de origem húngara da Soros Fund Management

    O que oculta Soros das autoridades dos EUA?

    © AFP 2017/ ERIC PIERMONT
    Economia
    URL curta
    191012

    Em outubro de 2017, o multimilionário norte-americano George Soros transferiu 18 bilhões de dólares (R$ 58 bilhões), a maior parte da sua fortuna, para a fundação Open Society. Essa fundação é uma organização sem fins lucrativos fundada pelo próprio Soros, que continua a ser seu presidente.

    Quando uma pessoa realiza um investimento livre de impostos em uma fundação privada pode também receber uma devolução de até 20 por cento de seu valor de mercado, incluindo-o na sua declaração fiscal em um prazo de cinco anos, explicou The Wall Street Jornal.

    Depois de o Congresso dos EUA ter eliminado a redução de impostos em 2008, os investidores têm um prazo até 31 de dezembro de 2017 para pagar os impostos acumulados. Realizando esta manobra financeira, Soros já não precisa pagar nada ao Serviço de Impostos Internos dos EUA.

    Os doadores podem continuar controlando seu dinheiro durante anos ou até décadas, porque nas fundações podem, por exemplo, contratar seus próprios parentes, proporcionando-lhes salários de seis cifras para gerir a organização de caridade.

    Portanto, o dinheiro pode ficar sob controle da família Soros quase para sempre. Curiosamente, Soros, por sua vez, disse várias vezes que os ricos nos EUA devem pagar mais impostos.

    Mais:

    Ligações Perigosas: genro de Trump é parceiro de negócios de Soros
    Senado dos EUA exige investigação das atividades políticas de Soros e de Obama no exterior
    Tags:
    finanças, impostos, Open Society Foundation, George Soros, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik