05:52 17 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Bundestag

    Alemanha está preparando castigo perigoso para Turquia

    © Sputnik / Vitaly Saveliev
    Economia
    URL curta
    517
    Nos siga no

    O Governo da Alemanha está utilizando sua influência nas diferentes instituições financeiras internacionais para restringir o financiamento da Turquia devido à deterioração das relações entre os dois países.

    A Alemanha está trabalhando ativamente para cortar os empréstimos do Banco Europeu de Investimento (BEI) e do Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento (BERD) à Turquia, informou a agência Bloomberg com referência a várias fontes governamentais e bancárias.

    Apesar de nenhuma instituição financeira ainda ter congelado oficialmente o financiamento dos projetos turcos, todas elas impuseram limitações mais rigorosas à concessão de créditos. O exame exaustivo que os bancos fazem às empresas turcas afeta principalmente as companhias que estão relacionadas com o Governo turco.

    A redução do financiamento deve-se ao agravamento das relações entre os governos dos dois países. Na semana passada, a chanceler alemã Angela Merkel declarou que tentará cortar o financiamento de pré-adesão destinado à Turquia como país candidato a integrar a União Europeu.

    Este verão, o Banco Europeu de Investimento suspendeu seus projetos na Turquia. Esta organização é o maior credor do mundo e é presidida pelo político alemão Werner Hoyer. Em 2017 o BEI diminuiu o financiamento dos projetos turcos para 507 milhões de euros ($R dois bilhões). Para comparar, em 2016 as empresas turcas receberam 2.230 milhões de euros ($R 8,5 bilhões).

    A agência destacou que, antes, a Alemanha era o maior parceiro econômico da Turquia, com um comércio bilateral de cerca de 36 bilhões de dólares ($R 118 bilhões) em 2016.

    As relações entre a Turquia e a Alemanha, bem como com outros países da União Europeia, deterioraram-se após a tentativa de golpe na Turquia em 2016, que resultou em prisões em massa de milhares de funcionários e outras pessoas que supostamente tinham ligações com os conspiradores.

    As relações entre Ancara e Berlim ficaram ainda mais tensas neste ano devido ao referendo, que aumentou os poderes de Erdogan, e a retirada dos militares alemães da base de Incirlik.

    Mais:

    Opinião: Alemanha cria um muro de Berlim nas relações com a Turquia
    Alemanha pronta para concessões no diálogo com a Turquia
    Acabou a festa: Alemanha retira mísseis Patriot da Turquia
    Tags:
    relações econômicas, relações bilaterais, UE, Turquia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar