20:21 29 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    12151
    Nos siga no

    A dívida pública norte-americana bateu novo recorde, alcançando os 20 trilhões de dólares (R$ 62 trilhões). O economista russo Vladimir Klimanov falou sobre a possibilidade de esta quantia aumentar ainda mais no futuro.

    A dívida pública dos EUA atingiu 20 trilhões de dólares e continua crescendo. Segundo a mídia norte-americana, trata-se da primeira vez que a dívida pública federal do país correspondeu a uma quantia tão significativa de 20 trilhões de dólares na sexta-feira (8), quando o presidente dos EUA, Donald Trump, assinou um projeto orçamentário sobre subida do teto da dívida, adotado pelo Congresso. De acordo com dados do portal USdebtclock.org, a dívida pública dos EUA é de 20,16 trilhões de dólares.

    O prédio do Ministério das Finanças da Rússia
    © Sputnik / Sergei Pyatakov
    O economista russo Vladimir Klimanov comentou essa situação à Sputnik e explicou as consequências da dívida exorbitante.

    "Nos EUA, a dívida pública em relação ao seu PIB não é mais alta do mundo, este índice é mais alto no Japão, em Singapura e em alguns outros países. Por isso, os EUA têm potencial para aumentar a dívida. Entretanto, ela já é bastante alta para ser aumentada no futuro", disse Klimanov.

    "Acho que muitos países desenvolvidos com dívidas grandes entendem que os seus custos do serviço da dívida não são tão altos como, por exemplo, nos países em desenvolvimento. Em todo o caso, as dívidas têm de ser pagas. Parece improvável que elas sejam anuladas ou reestruturadas um dia", explicou o economista.

    Mais:

    Dívida pública russa resiste à prova dura das sanções
    Relógio da dívida pública já tem data para explodir: 2019
    Tags:
    dívida pública, orçamento, finanças, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar