21:08 26 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Construção de gasoduto.

    Corrente Turca: Bulgária e Sérvia devem assinar acordo para transporte de gás russo

    © Sputnik / Alexey Kudenko
    Economia
    URL curta
    0 90

    Bulgária permitirá o trânsito de gás do projeto Turkish Stream (Corrente Turca, em inglês) pelo seu território e deve assinar um acordo com a Sérvia para isso, declarou o primeiro-ministro do país, Boyko Borisov.

    Segundo a autoridade, Bulgária já assinou um memorando para trânsito de 15,7 bilhões de metros cúbicos de gás.

    "E amanhã assinaremos um acordo análogo com a Sérvia e teremos um fluxo de 10 bilhões de metros cúbicos de gás que transitará da Bulgária para a Sérvia", disse o premiê búlgaro, segundo a imprensa russa.

    Mais cedo, a imprensa local revelou o fato da estatal russa Gazprom ter celebrado um acordo com a Hungria, no âmbito do mesmo projeto.

    O projeto Turkish Stream foi anunciado no final de 2014 pelo presidente russo, Vladimir Putin, durante uma visita oficial à Turquia. Em novembro de 2015, o projeto foi suspenso, depois que um avião russo, Su-24, foi derrubado por um caça F-16 turco na Síria. As relações entre Moscou e Ancara foram retomadas em junho do ano passado, depois de um pedido de desculpas da Turquia à Rússia.

    Em outubro de 2016, Moscou e Ancara assinaram um acordo intergovernamental sobre a construção de duas linhas submarinas do gasoduto Turkish Stream no Mar Negro. Estima-se que a capacidade anual de cada linha alcance 15,75 bilhões de metros cúbicos de gás natural.

    Mais:

    Gazprom planeja lançar a construção da rota marítima da Corrente Turca nos próximos meses
    Putin assina lei ratificando acordo com Ancara sobre gasoduto Corrente Turca
    Ancara ratifica acordo com Rússia sobre gasoduto Corrente Turca
    Tags:
    gasoduto, gás, Turkish Stream, Corrente Turca, Boyko Borisov, Bulgária, Turquia, Sérvia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar