11:39 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Projeto Nord Stream (foto de arquivo)

    Forbes explica por que Ucrânia teme tanto o gasoduto Nord Stream 2

    © AFP 2019 / JOHN MACDOUGALL
    Economia
    URL curta
    11480
    Nos siga no

    As preocupações da Ucrânia podem ser explicadas pelo fato de Kiev recear deixar de receber dinheiro pelo trânsito do gás russo para a Europa, escreve Kenneth Rapoza, analista da revista Forbes.

    As receitas obtidas por Kiev pelo trânsito do gás russo representam cerca de 10% do orçamento ucraniano. A extinção desta fonte de renda será um grande problema para economia da Ucrânia, se diz no artigo.

    A ameaça se torna cada dia maior porque a Gazprom insiste na construção do Nortd Stream 2, em paralelo com o gasoduto Corrente do Norte já existente, apesar das objeções da Polônia. "Se este gasoduto for construído, a Rússia não precisará mais do nosso", cita a Forbes Andrei Kobolev, chefe da empresa ucraniana Naftogaz.

    Os países europeus parecem ir suavizando suas posições sob pressão das suas próprias companhias petrolíferas, escreve Kenneth Rapoza. Em particular, a Shell e a BASF consideram que o Nord Stream 2 é necessário para fornecer gás russo à Europa do Norte. Na Europa do Sul o mesmo papel será desempenhado pelo gasoduto Corrente Turca. Assim, o número de gasodutos dobrará e a Ucrânia deixará de ser o principal país de trânsito do gás russo.

    Para além disso, depois a tomada de posse de Donald Trump, os EUA não estão tão interessados na influência do gasoduto Nord Stream 2 sobre a economia ucraniana como estavam antes, assinala autor da Forbes.

    O projeto Nord Stream 2 visa fornecer 55 bilhões de metros cúbicos de gás russo por ano à UE através do mar Báltico e da Alemanha, contornando a Ucrânia.

    Mais:

    Putin assina lei ratificando acordo com Ancara sobre gasoduto Corrente Turca
    Opinião: Acordo sobre gasoduto Corrente Turca é nova derrota para os EUA
    EUA: gasoduto russo Nord Stream 2 será negativo para Leste Europeu
    Estará a União Europeia disposta a reavaliar projeto do Nord Stream 2?
    Tags:
    Nord Stream-2, Corrente Turca, gasoduto, Naftogaz, Gazprom, Europa, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar